Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonor Pinhão

Palhinha e a tosse

O Sporting, que é só vitórias, precisa do Palhinha para ganhar ao Benfica, que é só tosse.

Leonor Pinhão 31 de Janeiro de 2021 às 07:45
Na segunda-feira há dérbi em Alvalade e o país já anda todo numa grande inquietação. Faz mal o país em abespinhar-se tanto com estes fenómenos básicos do futebol porque tem coisas bem mais importantes com que se preocupar como a previsão de escassez de sardinha, que é um aborrecimento, ou a pandemia que varre o mundo, outro grande aborrecimento. Mas, por cá, persistiu a ideia ao longo da semana que não há maior aborrecimento nem maior preocupação do que o Palhinha poder ou não poder jogar contra o Benfica e todo este frenesim por causa de um cartão amarelo que lhe foi mostrado no jogo com o Boavista e que o deixou em lágrimas a ele, Palhinha, e a uma quantidade de analistas independentes. Resumidamente, o cartão mostrado no Bessa a Palhinha trouxe à tona uma realidade que ultrapassa de largo as minudências do futebol nacional porque, com franqueza, mostrar um cartão amarelo ao Palhinha antes do jogo com o Benfica e afastá-lo hipoteticamente desse enorme desafio só podia mesmo ser um caso declarado de polícia. Foi o que se ouviu dizer.

Em prol do sossego do país, devia o Sporting pôr os olhos no Boavista, precisamente o seu último adversário antes do dérbi, e aprender com os axadrezados os princípios básicos do fair-play. Se o Sporting não vence um campeonato desde 2002, há 19 anos, também o ilustre Boavista não vence um campeonato desde 2001, há 20 anos, e não é este lapso de duas décadas fora do galarim – em que concorre diretamente com o Sporting – que retirou à equipa do Bessa o bom senso e o espírito desportivo com que se devem encarar estas e todas as outras contrariedades. Por exemplo, no jogo para a Liga que antecedeu o seu encontro caseiro com o Sporting, não demorou o árbitro muito mais de 20 minutos a despachar a cartões os dois defesas-centrais do Boavista que ficaram logo ali impedidos de alinhar na jornada seguinte.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Bessa Alvalade Palhinha Benfica Boavista Sporting Manuel Mota desporto futebol
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes