Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6

Tudo bons rapazes

Ao desrespeitar a ética republicana, o Governo está a alimentar a fogueira dos extremismos.
Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 11 de Agosto de 2022 às 00:31
Sérgio Figueiredo foi um excelente jornalista de economia, que depois de uma grande carreira preferiu trilhar outros caminhos profissionais. Merece oportunidades de trabalho, mas este contrato que o Ministério das Finanças celebrou é um lamentável erro político do ministro Medina e do Governo. Contratar um ministro-sombra da Economia nas Finanças cheira a amiguismo, um negócio em que todos os intervenientes parecem os ‘bons rapazes’ do filme de Scorsese.

Numa República transparente nada disto aconteceria. E não se percebe porque havendo tantas entidades, desde o Conselho de Finanças aos gabinetes de estudos, Medina criou este ‘job’ para um amigo que o tinha contratado para a TVI.

Este ‘amiguismo’ instalado é também um ataque aos excelentes quadros da administração pública, que assistem a uma desvalorização do seu papel técnico em detrimento de ‘boys’ contratados ao sabor do poder político.

Ao desrespeitar a ética republicana, o Governo está a alimentar a fogueira dos extremismos, porque estes abusos aumentam o pasto onde se fomentam esses movimentos.
Ver comentários