Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9

A Europa de papel

Nem o regime Bielorrusso, nem o Kremlin temem a União Europeia.
Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 27 de Maio de 2021 às 00:32
Um avião de uma companhia da União Europeia fez um voo entre dois países da UE, mas ao sobrevoar o espaço aéreo da Biolorússia foi alvo de um ato de pirataria de Estado, obrigado a aterrar para capturarem um corajoso jovem jornalista opositor do regime de Aleksandr Lukashenko, um ditador émulo de Estaline, que há quase 27 anos é o ditador de Minsk.

A Bilorússia, apesar de geograficamente ser das mais ocidentais repúblicas da Ex-URSS. faz fronteira com a Polónia, é quase um museu arqueológico vivo do regime estalinista. Até a polícia política ainda se chama KGB.

Obviamente que Lukashenko só ousou desviar um avião da UE porque tem o conforto do Kremlin.

Os dirigentes da Europa foram rápidos em reagir nas redes sociais a tal ato bárbaro, mas até agora o jovem bielorrusso continua sob custódia do regime ditatorial.

Nem Lukashenko, nem Putin temem verdadeiramente a União Europeia. Sem força militar, a Europa que é uma potência económica, não passa de um tigre de papel aos olhos de regimes que só acreditam na lei da força e desprezam a força da lei.
Europa Aleksandr Lukashenko União Europeia Estado UE Biolorússia Estaline política eleições
Ver comentários