Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2

Não podemos ignorar

Os culpados dos massacres de Bucha e Irpin têm de ser julgados.
Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 5 de Abril de 2022 às 00:31
Os massacres de Bucha e Irpin, tal como o martírio de Mariupol, vão ficar marcados na História universal da infâmia e juntar-se às atrocidades no cerco de Estalinegrado, aos crimes dos campos de concentração nazis, às execuções de Srebrenica e tantos outros palcos de atos monstruosos.

O Mundo não pode pactuar com estas atrocidades. Aconteça o que acontecer nesta guerra, os autores de crimes hediondos têm de ser responsabilizados. Desde os soldados agora anónimos, mas que têm de ser conhecidos, a toda a cadeia de comando até ao comandante supremo, terão de responder num tribunal internacional por estes crimes bárbaros. Os julgamentos de Nuremberga serviram para mostrar ao Mundo que jamais poderiam ser perdoadas as barbaridades cometidas pelos nazis na Segunda Guerra Mundial. Não foi só para punir os culpados que os próceres do regime nazi foram julgados. Foi uma medida preventiva para que outros sicários com poder não voltassem a cometer as mesmas atrocidades.

Como escreveu Sophia, "Vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar."
Bucha Irpin massacres Guerra na Ucrânia Rússia Mundo
Ver comentários
}