Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2

“Porque não se rende?”

Se Rendeiro nunca imaginou passar por uma situação daquelas, não é difícil imaginar o que seria estar ali no lugar dele.
Paulo João Santos 18 de Dezembro de 2021 às 00:32
Paulo João Santos
Paulo João Santos
João Rendeiro vive num universo paralelo, no mundo dos que se acham intocáveis, que julgam pairar sobre a Justiça e as leis.

Ontem, o juiz que lhe indicou o caminho da prisão trouxe-o de volta à Terra. Rendeiro tremeu dos pés à cabeça. Nunca pensou que as próximas semanas seriam passadas no inferno de Westville. Serão dias penosos, de horror e medo, de desassossego constante, à espera da extradição inevitável. "Porque não se rende?", perguntou o magistrado, enquanto desmontava o imaginário de Rendeiro, mas creio que o ex-líder do BPP já não o ouvia. Percebeu cedo o sarilho em que estava metido, pela forma como estremeceu quando caiu na realidade. É uma imagem fortíssima, vale por mil palavras, vale por todas as palavras.

Se Rendeiro nunca imaginou passar por uma situação daquelas, não é difícil imaginar o que seria estar ali no lugar dele.
João Rendeiro Justiça questões sociais
Ver comentários