Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Autárquicas ao Minuto | Costa feliz com "maior vitória eleitoral" da história do PS

Portugueses escolhem os autarcas de 308 municípios e de 3.091 freguesias. Acompanhe ao minuto.
1 de Outubro de 2017 às 07:37
Urnas
Marcelo Rebelo de Sousa
Isaltino Morais
Jerónimo de Sousa pede aos eleitores que se mobilizem para votar
Passos Coelho deseja que afluência às urnas seja 'melhor que o normal'
Catarina Martins a exercer o seu direito de voto
 Primeiro-ministro António Costa já votou
Assunção Cristas
9,4 milhões de eleitores chamados a votar para eleger autarcas
Urnas
Urnas de voto
Urnas
Urnas
Marcelo Rebelo de Sousa
Isaltino Morais
Jerónimo de Sousa pede aos eleitores que se mobilizem para votar
Passos Coelho deseja que afluência às urnas seja 'melhor que o normal'
Catarina Martins a exercer o seu direito de voto
 Primeiro-ministro António Costa já votou
Assunção Cristas
9,4 milhões de eleitores chamados a votar para eleger autarcas
Urnas
Urnas de voto
Urnas
Urnas
Marcelo Rebelo de Sousa
Isaltino Morais
Jerónimo de Sousa pede aos eleitores que se mobilizem para votar
Passos Coelho deseja que afluência às urnas seja 'melhor que o normal'
Catarina Martins a exercer o seu direito de voto
 Primeiro-ministro António Costa já votou
Assunção Cristas
9,4 milhões de eleitores chamados a votar para eleger autarcas
Urnas
Urnas de voto
Urnas
Pode consultar os resultados oficiais das Eleições Autárquicas já apurados aqui, com atualização ao minuto.

01h00 -
O PCP-PEV perdeu a Câmara Municipal de Almada para o PS. Inês Medeiros é a nova presidente.

00h30 -
Fernando Medina fez a festa em Lisboa após "uma grande vitória". O socialista discursou e começou por destacar que o partido ganhou mais duas juntas de freguesia, sendo que das 24 freguesias de Lisboa, 19 pertencerão ao PS.

00h22 - José Sócrates comentou a noite eleitoral no Porto Canal. O antigo primeiro-ministro afirmou que "Passos Coelho não sai pelo seu próprio pé sai empurrado e tenho pena que isso aconteça dessa forma".

"É certo que ganhámos a Câmara de Lisboa pela quarta vez consecutiva" afirmou Medina, realçando ainda que o partido conquistou a maioria na Assembleia Municipal.

00h19 - 
A coordenadora do BE, Catarina Martins, admitiu domingo à noite que o partido teve "um resultado modesto" nas autárquicas, apesar de ter crescido em número votos e em mandatos, destacando o mau resultado da direita nestas eleições.

No discurso, já perto da meia-noite, no quartel-general que o partido montou para a noite eleitoral no Palácio das Galveias, Catarina Martins começou por explicar que o partido aguarda ainda muitos resultados finais, mas realçou que "o BE cresceu nestas eleições em números de votos e em eleitos", tendo mais mandatos em assembleias de freguesia, em assembleias municipais e vereadores em câmaras onde nunca tinham conseguido.

00h01 -
O candidato independente à Câmara Municipal de Oeiras Isaltino Morais dedicou hoje a vitória aos municípes, prometendo entrar num novo ciclo de desenvolvimento.

"Ainda não sei os resultados definitivos, mas a vitória já a temos e é uma grande vitória, a vitória dos oeirenses. Os oeirenses tiveram hoje uma grande vitória. Demonstraram que em Oeiras há democracia, tolerância, vivência democrática e, sobretudo, o querer um novo ciclo de desenvolvimento", afirmou.

23h56 - 
O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, assumiu a responsabilidade por "um dos piores resultados de sempre" do partido em eleições e admitiu não se recandidatar à liderança do partido. Passos Coelho reiterou que não se demite da presidência do PSD, mas não excluiu a possibilidade de não voltar a disputar a liderança do partido nas diretas que se realizarão no início do próximo ano. "Farei uma reflexão aprofundada sobre as condições para me submeter a um novo mandato", disse, explicando que essa reflexão será feita com a sua comissão política, mas será, sobretudo, uma reflexão pessoal.

23h55 - 
O secretário-geral do PS afirmou hoje que o resultado das eleições autárquicas "reforça" politicamente a maioria parlamentar que suporta o Governo, apontou o PSD e não a CDU como o grande derrotado da noite eleitoral.

23h51 - 
O secretário-geral do PCP assumiu hoje o resultado negativo nas eleições com a perda de "nove a dez autarquias", mas prometeu continuar a defender a reposição de direitos e rendimentos de trabalhadores e povo portugueses.

"Não podendo a leitura do resultado da CDU ser confinada ao do número de maiorias absolutas, a perda de presidências de câmaras municipais - que pode atingir nove ou dez - é, sobretudo, uma perda para as populações, que não demorarão a perceber o quanto errada foi a sua opção", afirmou Jerónimo de Sousa.

00h19 - 
A coordenadora do BE, Catarina Martins, admitiu domingo à noite que o partido teve "um resultado modesto" nas autárquicas, apesar de ter crescido em número votos e em mandatos, destacando o mau resultado da direita nestas eleições.

No discurso, já perto da meia-noite, no quartel-general que o partido montou para a noite eleitoral no Palácio das Galveias, Catarina Martins começou por explicar que o partido aguarda ainda muitos resultados finais, mas realçou que "o BE cresceu nestas eleições em números de votos e em eleitos", tendo mais mandatos em assembleias de freguesia, em assembleias municipais e vereadores em câmaras onde nunca tinham conseguido.

00h00 - 
O PS tinha 134 presidentes de câmara eleitos à meia-noite, quando estavam apuradas as lideranças de 249 executivos camarários, segundo os resulatdos oficiais das autárquicas de domingo.

À mesma hora, o PSD tinha 65 presidentes de câmara eleitos, as coligações PSD/CDS-PP tinham 10, a CDU (PCP-PEEV) 18 e o CDS-PP seis.

Havia ainda presidentes de câmara eleitos por grupos de cidadãos (13), pelo JPP (1), pelo Nós, Cidadãos! (1) e por uma coligação PSD/CDS-PP/PPM (1).

23h48 - 
O candidato do BE à Câmara de Lisboa congratulou-se hoje com o "grande resultado" do partido na cidade, com a sua eleição como vereador e com o aumento do número de mandatos nas assembleias municipal e de freguesias.

"Ainda não temos dados finais, mas as projeções apontam para uma grande novidade na cidade de Lisboa: o Bloco de Esquerda (BE) passa a estar na Câmara Municipal. É um grande resultado", afirmou hoje Ricardo Robles, no Palácio das Galveias, em Lisboa, o 'quartel-general' do partido para a noite eleitoral.

O candidato salientou que "os dados indicam" que o BE aumentou "significativamente o número de mandatos nas freguesias e na Assembleia Municipal e a presença do BE na Câmara Municipal".

23h39 - 
A presidente do CDS-PP e candidata à Câmara de Lisboa, Assunção Cristas, declarou-se hoje líder da oposição na capital e disse estar a trabalhar para estender essa liderança ao país. "Sinto que em Lisboa somos certamente os líderes da oposição e a nível nacional trabalharemos para também ser", afirmou Assunção Cristas em resposta aos jornalistas, de cima de um palco montado no largo Adelino Amaro da Costa, em frente à sede do partido, em Lisboa, numa segunda declaração nesta noite eleitoral autárquica. A líder centrista defendeu que o crescimento do partido visa constitui-lo como alternativa "às esquerdas unidas", referindo-se ao entendimento do Governo PS com BE, PCP e PEV. 

23h36 - 
O secretário-geral do PS, António Costa, enalteceu hoje o que diz ser a "maior vitória eleitoral" da história dos socialistas, referindo-se às eleições autárquicas que hoje decorreram. "O PS teve hoje a maior vitória eleitoral de toda a sua história. Quero por isso começar por saudar todos os portugueses pela forma como decorreram estas eleições autárquicas", declarou Costa, no início de uma intervenção na sede do PS, no largo do Rato, em Lisboa.

23h27 - 
O atual presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques (PSD), foi reeleito.

23h19 -
O movimento independente Vizela Sempre venceu hoje as eleições para a câmara de Viela, Braga, 'roubando' a liderança do concelho ao PSD.

23h10 - 
O antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes considerou hoje que os primeiros resultados das eleições autárquicas indicavam uma "erosão eleitoral" do PSD, mas defendeu que é cedo para tirar conclusões sobre a liderança dos sociais-democratas. Em declarações na SIC, o antigo primeiro-ministro e presidente do PSD deixou uma interrogação sobre uma possível alteração de forças à direita: "A esquerda portuguesa teve alguma reorganização já há alguns anos, com o aparecimento do Bloco, que ficou, veio para ficar. No centro-direita, a realidade é a mesma desde há muito tempo. Não sei se irá continuar assim".

23h00 - O PS é o partido com mais presidentes de Câmara eleitos nas eleições autárquicas de hoje quando estão apurados os resultados em 166 dos 308 concelhos, de acordo com os dados do Ministério da Administração Interna.

22h54 - 
A lista liderada pela jovem psicóloga Isabel Guedes conquistou a maioria absoluta na Assembleia de Freguesia de Eja, Penafiel, sucedendo ao seu pai na presidência daquela autarquia.

22h52 - 
O Bloco de Esquerda (BE) falhou hoje a reconquista da câmara de Salvaterra de Magos, Santarém, que continuará a ser presidida pelo PS

22h51 - 
O candidato do PS à Câmara do Porto, Manuel Pizarro, afirmou hoje que, apesar de ter travado "esta batalha eleitoral em condições terríveis", o partido "suplanta" no Porto os resultados alcançados nas legislativas de 2015. Garantindo que, até maio, quando o movimento do independente Rui Moreira recusou o apoio do PS à sua recandidatura, esteve no executivo sempre com "lealdade" e "competência", Pizarro disse que "o PS travou esta batalha eleitoral em condições terríveis", garantindo não esquecer o que aconteceu. "Não esquecemos o que aconteceu a 06 de maio, quando alguém, que não fomos nós, rompeu um acordo que estava estabelecido", sublinhou.

22h49 - 
O PS reconquistou hoje a Câmara do Bombarral, 24 anos depois, que nos últimos mandatos era do PSD. Os socialistas alcançaram a maioria absoluta e elegeram Ricardo Fernandes, que quer melhorar os indicadores do concelho, para a presidência do município.

22h48 - 
A candidata do PSD Alda Correia foi eleita presidente da Câmara Municipal de Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

22h48 - 
O candidato da CDU à presidência da Câmara de Lisboa, João Ferreira, considerou hoje que o "cenário muito provável de reforço" da coligação PCP-PEV vai "pesar na luta pelo direito à cidade".

22h42 - 
O eurodeputado do PSD Paulo Rangel disse que "as lideranças têm sempre responsabilidades nos resultados eleitorais", mas escusou-se a comentar uma possível saída de Pedro Passos Coelho da liderança do Partido Social Democrata (PSD). "Não vou entrar nesse debate", disse Paulo Rangel no canal de televisão TVI, quando questionado se Pedro Passos Coelho tem condições para continuar à frente do PSD.

22h42 - 
Augusto Marinho, do PSD, foi eleito presidente da Câmara de Ponte da Barca, distrito de Viana do Castelo.

22h30 - 
O candidato da coligação Porto Autêntico à Câmara do Porto, Álvaro Almeida, assumiu hoje não ter tido "os resultados que pretendia", justificando que "houve um desvio de votos" para a candidatura de Rui Moreira para que PS não ganhasse. "Claramente houve um desvio de votos do eleitorado tradicional do PSD para a candidatura de Rui Moreira, em parte motivada pela preocupação do voto útil, para que o PS não ganhasse as eleições e o PSD foi penalizado por esse efeito", afirmou Álvaro Almeida sobre aquele que foi o pior resultado de sempre do partido na cidade do Porto.

22h28 - 
O CDS-PP, com Luís Pereira, manteve nas autárquicas de hoje a maioria na Câmara Municipal de Velas, nos Açores. O PS manteve hoje a liderança na Câmara de Castelo Branco, com a reeleição de Luís Correia. O candidato do PS, João Serranito Nunes, foi eleito presidente da Câmara Municipal de Barrancos, no distrito de Beja.

22h26 - 
O PS tinha 47 presidentes de câmara eleitos às 22:00 e era o partido com mais municípios conquistados, de acordo com os dados do Ministério da Administração Interna. Às 22:00, estavam eleitos 85 presidentes de câmara: 47 do PS, 25 do PSD, seis do PCP-PEV, quatro de grupos de cidadãos independentes, três de coligações PSD/CDS e um do CDS-PP.

22h25 -
Luís Marques Mendes, comentador da SIC, afirmou que não o "surpreenderia muito que Passos Coelho tomasse hoje ou na próxima terça-feira a decisão de dizer que sai, que se afasta, que não se candidata novamente à liderança do partido". Marques Mendes chegou mesmo a sustentar que, caso continue na liderança dos sociais-democratas a vida de Passos Coelho "será um inferno".

22h21 - 
O candidato do PSD António Miguel Soares foi hoje eleito presidente da Câmara Municipal do Nordeste, nos Açores, de acordo com dados do Ministério da Administração Interna. António Miguel Soares substitui assim o socialista Carlos Mendonça, que nas autárquicas de 2013 "roubou" a Câmara aos sociais-democratas.

22h14 - A presidente do CDS-PP e candidata à Câmara de Lisboa qualificou hoje de histórica a noite eleitoral autárquica dos centristas, sublinhando que os objetivos foram superados, e assegurou que podem contar consigo na capital e "no país". "Esta é uma noite histórica para o CDS", declarou Assunção Cristas, na sede do partido, em Lisboa, sublinhando que, a confirmarem-se as projeções, os centristas terão alcançado em Lisboa o melhor resultado desde 1976, estando em condições de triplicar o número de vereadores (de um para três).

22h10 -
Teresa Leal Coelho já reagiu à derrota do PSD em Lisboa. A candidata social-democrata assumiu responsabilidade assumindo-se "orgulhosa" do programa que apresentou aos eleitores da capital. "Assumimos a responsabilidade por esse programa", afirmou a social-democrata, lamentando que "os lisboetas tenham feito outras escolhas". Assumindo que quer continuar a trabalhar pelo município, diz que já falou com Fernando Medina. "Só posso saudá-lo pela vitória", afirma, reforçando novamente que o resultado "é da exclusiva responsabilidade" da sua equipa.

22h09 - 
O PS conquistou hoje a presidência da Câmara de Constância, liderada pelos comunistas há cerca de 30 anos, segundo dados da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna - Administração Eleitoral. Sérgio Oliveira será o novo presidente do município, com maioria absoluta, sucedendo a Júlia Amorim (PCP/PEV), que se recandidatava a um novo mandato.

22h00 - 
O CDS-PP conquistou hoje a presidência da câmara de Oliveira do Bairro, Aveiro, que era liderada pelo PSD. Duarte Novo, que encabeça a lista do CDS-PP que venceu as eleições autárquicas de hoje, sucede a Mário João Oliveira, do PSD, na liderança da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro. Esta é a primeira câmara que o CDS-PP conquistou nas eleições de hoje.

21h57 - 
O candidato do PS Jorge Abreu foi hoje reeleito presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos, Leiria, com maioria absoluta, ao obter 46,59% dos votos, segundo dados do Ministério da Administração Interna. O candidato do movimento independente Pela Nossa Terra (PNT), Manuel António Cordeiro, foi eleito presidente da Câmara Municipal de São João da Pesqueira, no distrito de Viseu, substituindo José Tulha, do PDS.

21h56 - 
José Manuel Silva foi hoje reeleito presidente da Câmara Municipal do Corvo, Açores, com o PS a conquistar quatro dos cinco mandatos na autarquia, a mais pequena do país.

21h55 - 
A secretária nacional do PS com o pelouro das autarquias, Maria da Luz Rosinha, reivindicou hoje vitórias em bastiões 'laranja' como Pedrógão Grande e Ansião (distrito de Leiria), São João da Madeira (Aveiro) e Bombarral (Lisboa).

21h53 - Rui Moreira atacou o PSD quando fazia o discurso de vitória. "Esta derrota tem rostos: António Tavares, Rui Rio e Paulo Rangel. As autárquicas no Porto não são as primárias secretas do PSD", afirmou o independente.

21h42 - 
Mais de duas centenas de pessoas festejaram hoje a eleição de Isaltino Morais como presidente da Câmara de Oeiras e mostraram-se "nada surpreendidos" com o regresso do "eterno presidente" do município. As primeiras projeções televisivas dão uma vitória ao candidato do movimento independente Inovar Oeiras de Volta, com votação entre 42,2% e 47,2% (entre seis a sete vereadores), ou seja, maioria absoluta.

21h40 - 
Os socialistas ganharam no município de Pedrógão Grande, um dos três afetados pela tragédia de junho, em que 64 pessoas foram vítimas de um incêndio. Contudo, o presidente mantém-se o mesmo, já que Valdemar Alves - que tinha sido eleito em 2013 pelos sociais-democratas - candidatou-se agora pelos socialistas.

21h35 - 
O coordenador nacional autárquico do PSD assumiu hoje a responsabilidade nacional por um resultado que deverá ficar aquém do objetivo de ganhar mais câmaras, mas salientou que o país tem 308 municípios e "não é só Lisboa e Porto". Em declarações aos jornalistas na sede nacional do PSD, Carlos Carreiras recusou que possa ser assacada ao presidente do partido, Pedro Passos Coelho, a responsabilidade pelos resultados das autárquicas de hoje.

21h32 - PS
vence em Moimenta da Beira, Mesão Frio, Gavião, Avis, Vila do Bispo e Reguengos de Mosaraz. Independente (MICR) vence em Redondo, Évora.

21h30 - 
Em Tabuaço, Viseu vence Carlos André Teles Paulo de Carvalho (PPD/PSD e CDS-PP). Vitórias do PSD nas Câmaras de Boticas, Sernancelhe, Alviázere, Monchique e Oleiros. 

21h26 - 
A maioria dos adeptos ouvidos hoje pela Lusa junto ao Estádio de Alvalade, em Lisboa, palco do 'clássico' Sporting -- FC Porto, disseram que o facto de haver futebol no dia das autárquicas não influenciou a ida às urnas. Entre as cerca de 50 pessoas ouvidas pela Lusa por volta das 16:30, a três horas do pontapé de saída do jogo, quase todos os adeptos que não residem na capital e que se deslocaram propositadamente a Lisboa para assistir ao 'clássico' afirmaram ter ido votar.

21h20 -
Em Alvito, Beja foi eleito António João Feio Valério, do PCP. 

21h15 -
Em Monforte, Portalegre, vence Nuno Ribeiro Brandão Amanso, do PCP-PEV. Em Vila de Rei, Castelo Branco, Ricardo Jorge Martins Aires, do PSD é o eleito.

21h10 - 
O PS era o partido com mais presidentes de Câmara eleitos nas eleições autárquicas às 21:00 de hoje, quando estavam apurados os resultados em sete dos 308 concelhos, de acordo com os dados do Ministério da Administração Interna.

21h05 - Em Melgaço, Viana do Castelo,
o vencedor é Manoel Batista Calçada Pombal, do Partido Socialista. Na Golegã, Santarém, o eleito é José Tavares Veiga Silva Maltez (PS).

21h04 - 
O antigo presidente da concelhia do PSD/Lisboa Mauro Xavier, que se demitiu por discordar da estratégia do partido com a escolha de Teresa Leal Coelho como candidata, pediu hoje que Pedro Passos Coelho assuma a "responsabilidade política" pelos resultados. "A opção de Pedro Passos Coelho na escolha do candidato do PSD a Lisboa teve uma resposta clara do eleitorado. Demiti-me por não concordar com esta opção. Cabe-me pedir agora responsabilidades ao presidente do partido. Espero que o PSD não faça o mesmo que o Governo fez com o caso de Tancos e alguém assuma a responsabilidade política", escreveu Mauro Xavier na sua página de Facebook.

O socialista Fernando Medina foi hoje eleito presidente da Câmara de Lisboa, segundo as projeções das televisões divulgadas às 20:00. 

21h00 - 
O candidato da CDU à Assembleia Municipal do Porto Belmiro Magalhães considerou que as projeções de resultados divulgadas às 20:00 confirmam a coligação "como uma força com representação na Câmara do Porto", mas sublinhou ser precoce um comentário definitivo. "Relativamente às projeções, aquilo que temos para dizer neste momento é que confirmam a CDU como uma força com representação na Câmara Municipal do Porto, que nos parece um objetivo fundamental, que tudo confirma estar ao nosso alcance e, portanto, com serenidade, com paciência, mas também com muita confiança, vamos continuar a acompanhar o curso da contagem dos votos e a confirmação dos resultados", declarou Belmiro Magalhães.

20h56 - 
Em Paredes de Coura (Viana do Castelo) Vítor Paulo Gomes Pereira, do PS, é o novo presidente. Na Madeira, em Porto Moniz, o vencedor é João Manuel Silva Câmara, do PS.

20h55 - 
O candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM à Câmara de Oeiras, Ângelo Pereira, assumiu hoje a derrota por não ter conseguido alcançar o "principal objetivo" que era ser presidente da autarquia e felicitou o eleito, Isaltino Morais. "À luz das primeiras projeções eleitorais, tudo indica que a coligação OeirasFeliz.Com (PPD/PSD-CDS/PP-PPM) não alcançou o seu objetivo principal: vencer a Câmara Municipal de Oeiras, a Assembleia Municipal e as 5 (cinco) Assembleias de Freguesia", refere o candidato em comunicado.

20h50 - 
O candidato do PSD à presidência da Assembleia Municipal de Lisboa, José Eduardo Martins, considerou hoje que "inequivocamente o PSD não atingiu os objetivos" a que se propôs na capital e, por isso, o momento "é de tristeza". "A primeira reação é obviamente uma reação de tristeza. Não estamos contentes com este resultado, perdemos as eleições e isso parece inequívoco e o nosso objetivo, como é sempre objetivo do PSD, era ganhar as eleições", apontou José Eduardo Martins numa primeira reação às projeções que colocam os sociais democratas como terceira força mais votada para a Câmara da capital.

20h46 - 
O dirigente da CDU Jorge Cordeiro congratulou-se hoje, "com a prudência que a leitura de sondagens à boca das urnas recomenda", pelo "reforço e avanço" das votações nas eleições autárquicas, nomeadamente em Lisboa e no Porto. "Há um claro sinal não apenas de consolidação, mas de reforço e avanço do conjunto das posições de que a CDU dispõe. Com situações em que a possibilidade de progredir do ponto de vista da percentagem e da expressão eleitoral é uma realidade", afirmou o coordenador autárquico da CDU.

20h45 - 
O concelho de Mora (Évora) já conhece o nome do vencedor. Luís Simão Duarte de Matos, da coligação PCP-PEV, é o eleito. No Sardoal (Santarém), também já há resultados na eleição para a Câmara Municipa. António Miguel Cabedal Borges, do PSD, é o vencedor

20h40 - Luis Miguel Ferro Pereira é o primeiro presidente de câmara a ser eleito nesta noite.
O candidato do PS venceu a câmara de Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, com maioria absoluta.

20h35 - A candidatura do independente Rui Moreira à Câmara do Porto congratulou-se hoje com a diminuição da abstenção notando que esse é, para já, "o grande motivo de satisfação", porque ainda não existem "resultados reais". Em declarações aos jornalistas na sede de campanha, na Avenida dos Aliados, o diretor de campanha de Rui Moreira alertou que as indicações de vitória do independente "são projeções", pelo que "têm de ser lidas com todo o cuidado". O diretor de campanha, Nuno Santos, acrescentou que Rui Moreira fará "uma declaração política" por volta "das 21:00, quando houver resultados definitivos e consistentes".

20h34 -
Assunção Cristas publica fotografia a celebrar nas redes sociais


20h32 - 
A secretária-geral adjunta do PS sublinhou, numa reação aos primeiros resultados avançados, que se tratou de "uma grande vitória do PS nos principais concelhos". Apesar de recusar comentar um eventual incómodo do PCP e BE com o reforço da votação socialista, Ana Catarina Mendes frisou que "se o PS diz que há uma grande vitória, é evidente que se o PS sai vencedor, isso dá força ao PS". A dirigente socialista e braço direito de António Costa destacou ainda o resultado de Fernando Medina em Lisboa, lembrando que se trata "do melhor resultado de sempre numa primeira candidatura socialista". Já sobre o Porto - uma escolha pessoal de Ana Catarina Mendes -, a secretária-geral adjunta do PS defendeu que Manuel Pizarro "fez uma notável  recuperação", recusando admitir tratar-se de uma derrota. 


20h30 -
O diretor de campanha da candidatura do independente Isaltino Morais à Câmara de Oeiras disse estarem a "aguardar com serenidade" a evolução dos resultados eleitorais que, segundo as projeções, dão uma vitória com maioria absoluta ao antigo autarca. Francisco Rocha Gonçalves congratulou-se, por outro lado, com a baixa da taxa de abstenção no concelho. As projeções dão a vitória ao candidato do movimento independente Inovar Oeiras de Volta, com votação entre 42,2 e 47,2% (entre seis a sete vereadores), ou seja, maioria absoluta.

20h28 -
Segundo projeções televisivas, Manuel Machado (PS) voltou a ganhar a presidência da Câmara de Coimbra, enquanto a socialista Luísa Salgueiro conquistou o município de Matosinhos. Em Odivelas, Hugo Martins manteve a liderança municipal para o PS e em Sintra Basílio Horta (PS) voltou a ser eleito presidente.

20h24 - 
O presidente da concelhia socialista de Lisboa disse hoje que "tudo aponta para que o PS tenha tido uma vitória muito clara na cidade", salientando que, a confirmarem-se os primeiros números, será "um dos melhores resultados de sempre". "Tudo aponta para que o PS tenha tido uma vitória muito clara na cidade de Lisboa", declarou Duarte Cordeiro, que falava no hotel Altis, na Rua Castilho, onde decorre a noite eleitoral do partido na capital. Aludindo aos números provisórios, que dão entre 41% a 47% ao candidato do PS, Fernando Medina, o presidente da concelhia falou "num dos melhores resultados de sempre" do partido na cidade.

20h20 - O dirigente do CDS-PP Telmo Correia manifestou hoje "enorme confiança" face às projeções divulgadas para as eleições autárquicas e sublinhou que, "com grande probabilidade", em Lisboa os centristas podem estar perante "um momento histórico". "Falo na grande aposta do CDS que é Lisboa. Também aí estamos a aguardar com serenidade, temos apenas projeções, mas o que estas projeções nos dizem é que, com grande probabilidade, caminhamos aqui e hoje nesta cidade de Lisboa para um momento histórico", declarou Telmo Correia.

20h15 - Rui Moreira celebrou os resultados das primeiras projeções


20h10 - 
A Comissão Nacional de Eleições (CNE) recebeu durante o dia de hoje cerca de 1.500 pedidos de esclarecimentos e queixas, o que considerou normal para um dia de eleições autárquicas. Segundo o porta-voz da CNE, João Tiago Machado, trataram-se sobretudo de pedidos de esclarecimento e de recomendações, mais do que queixas, que chegaram através do telefone, mas também por email. "É o normal num dia de eleições, sobretudo quando são eleições autárquicas. Portanto, no cômputo geral, pode-se dizer que, agora que já fecharam as urnas no Continente, correu tudo bem, na generalidade", disse o porta-voz.

20h04 -
Segundo projeções televisivas Isaltino Morais é o vencedor em Oeiras, derrotando o seu antigo 'número 2' , Paulo Vistas. Segundo as primeiras projeções, em Lisboa Assunção Cristas (CDS-PP) surge no segundo lugar, seguida por João Ferreira, da CDU. Teresa Leal Coelho surge derrotada no quarto lugar.

20h00 -
Primeiras projeções dão vitória de Fernando Medina (PS) em Lisboa e de Rui Moreira no Porto.

19h40 - 
O dirigente da CDU, que junta comunistas, ecologistas e independentes, Dias Coelho congratulou-se hoje com o eventual aumento da participação eleitoral nas autárquicas, lembrando a campanha levada a cabo pela coligação junto de "trabalhadores e povo". "A confirmarem-se as projeções sobre a abstenção, que dão todas uma redução da abstenção, a CDU, naturalmente, valoriza-o porque isso significa aumento da participação popular, dos trabalhadores e do povo, num ato de grande importância como as eleições para as autarquias", disse o membro da comissão política do comité central do PCP.

19h30 - 
O secretário-geral do PSD salientou que as projeções para a abstenção nas eleições de hoje podem indicar uma maior participação do que nas últimas autárquicas, o que a verificar-se será "um bom sinal para a democracia". Matos Rosa sublinhou que as eleições autárquicas são "um momento importantíssimo em democracia" e elogiou o civismo com que decorreu a campanha e o ato eleitoral.

19h28 - 
O BE considerou hoje que, a confirmarem-se os indicadores de diminuição da abstenção, estas eleições autárquicas "poderão dar um sinal importante numa viragem relativamente à participação dos portugueses", que estão num processo de maior abertura em relação à política. No Palácio das Galveias, em Lisboa, local escolhido pelo BE para a noite eleitoral, o coordenador autárquico bloquista, Pedro Soares, saudou todos os portugueses que hoje votaram nas eleições autárquicas, considerando "bastante positivos" os "indicadores de que poderá haver uma diminuição da abstenção".

19h23 - 
O dirigente do CDS-PP Diogo Feio defendeu que, a confirmar-se a descida da abstenção nas autárquicas de hoje, esse é um dado positivo, mas ressalvou a necessidade de prudência na análise até haver números definitivos. "Se se confirmar que a abstenção vai estar abaixo é, com certeza, um dado positivo, que nós queremos aqui sublinhar", declarou Diogo Feio na sede do partido em Lisboa, sublinhando que "a prudência" não lhe permite um comentário mais aprofundado aos primeiros dados das projeções reveladas às 19:00 por três televisões.

19h20 - 
O dirigente socialista Porfírio Silva disse hoje esperar que as autárquicas representem um "passo positivo" no combate à abstenção, proporcionando uma redução desse indicador.

"Não sabemos ainda em concreto o resultado da abstenção, mas temos a expectativa que possa acontecer pela primeira vez em muitos anos uma quebra", revelou Porfírio Silva, do Secretariado Nacional do PS, numa declaração aos jornalistas na sede do partido, no largo do Rato, em Lisboa.

19h00 - 
A taxa de abstenção nas eleições para as autarquias locais realizadas hoje situou-se entre os 40,03% e os 48%, indicam as projeções divulgadas pela RTP, SIC e TVI. Segundo a RTP, a abstenção ficará entre os 42 e os 47%. O estudo da SIC indica uma taxa entre 40,3 e 44,8% e a TVI avançou com uma projeção de 44 a 48%. Nas autárquicas de 2013, a taxa de abstenção atingiu os 47,4%, a mais elevada desde as primeiras eleições locais, em 1976.

19h00 - As urnas para as eleições autárquicas fecharam hoje às 19h00 em todo o território continental e na Madeira, encerrando nos Açores uma hora depois, devido à diferença horária.

A afluência às urnas até às 16h00 situou-se hoje nos 44,39%, um valor superior ao registado no último ato eleitoral autárquico (43,43%), à mesma hora, segundo dados do Ministério da Administração Interna. 

18h00 - 
A Comissão Permanente do PS, o órgão restrito de direção dos socialistas, reúne-se hoje, a partir das 18:00, na sede nacional deste partido, em Lisboa, para acompanhar os resultados das eleições autárquicas, disse fonte oficial do PS.

17h35 - 
A PSP foi chamada às urnas de voto no Seixal, mais precisamente às mesas de voto instaladas na Sociedade Filarmónica União Seixalense, depois de uma denúncia do CDS-PP que dava conta de urnas que não estavam seladas e de situações ilegais de apelo ao voto em determinado partido à boca das urnas.

17h05 -
A afluência às urnas registada até às 16h00 situou-se nos 44,39%, segundo dados divulgados pelo Ministério da Administração Interna. Este número é superior ao registado nas últimas eleições atárquicas, em 2013, que à mesma hora era de 43,43%. Em 2009, à mesma hora, a afluência às urnas era de 45,03% e, em 2005, era de 48%.

17h00 - 
A Coligação 'Juntos por Guimarães' acusou o candidato do PS à Junta de Ponte de distribuir dinheiro à boca das urnas, o que é rejeitado por Sérgio Rocha, considerando que se trata de acusações "surreais e de uma vingança". Em declarações à Lusa, o porta-voz da 'Juntos por Guimarães' (PSD/CDS-PP/PPM/MPT/PPV-CDC), Orlando Coutinho, explicou que Sérgio Rocha "foi visto por várias pessoas a distribuir notas de 20 e de 50 euros aos eleitores para votarem nele" e que a coligação já apresentou queixa junto da Comissão Nacional de Eleições (CNE), acusando o candidato do PS de "ilícito criminal de corrupção de eleitor". À agência Lusa, a CNE confirmou a receção de uma queixa por parte da coligação 'Juntos por Guimarães'.

16h15 - 
O porta-voz e deputado do PAN, André Silva, afirmou hoje que as eleições autárquicas "são um dia de celebração da democracia" e que os eleitores estão "cada vez mais conscientes da importância do seu voto". "É um dia em que os cidadãos em cada local, em cada terra, podem e devem contribuir para o governo da sua cidade e da sua terra. Todos nós, todos os dias, temos queixas acerca de algo que está mal e que pode ser melhorado. É neste dia que podemos dar o nosso contributo", afirmou à agência Lusa André Silva. Nesse sentido, o porta-voz do PAN, que exerceu ao início desta tarde o seu direito de voto na Escola Secundária António Damásio, em Lisboa, perspetivou uma boa adesão às urnas.

14h43 - 
O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, mostrou-se satisfeito com a afluência às urnas na região autónoma e realçou, por outro lado, que é necessário "desdramatizar" a abstenção.  "A afluência às urnas está muito elevada o que para nós é muito bom, as pessoas participarem neste ato eleitoral", disse o chefe do executivo madeirense, depois de exercer o direito de voto, numa secção na freguesia de São Martinho, uma das dez que constituem o concelho do Funchal. Miguel Albuquerque chegou ao local cerca das 13 horas, numa altura em que a afluência às urnas era bastante grande, havendo filas de espera.

"É preciso levar em linha de conta que a abstenção na Madeira não é tão elevada como consta oficialmente, uma vez que temos, por exemplo nesta zona de São Martinho, muitos residentes que são emigrantes na Venezuela e África do Sul", disse, realçando, por outro lado, que é necessário "desdramatizar" a abstenção.

14h30 - 
Os portões da assembleia de voto em Remelhe, Barcelos, apareceram fechados a cadeado, mas a GNR foi chamada ao local e desbloqueou a situação, assegurando a "normalidade" do ato eleitoral, informou fonte daquela força. Segundo esta fonte, o alerta para a existência dos cadeados foi dado pelas 07:00. O incidente provocou "apenas algum atraso" na abertura da assembleia de voto.

14h01 - 
A secção do PS da Ribeira Grande, nos Açores, denunciou hoje que uma eleitora tentou votar em Rabo de Peixe com boletins de voto fotocopiados e já preenchidos.

"Hoje, em Rabo de Peixe, uma eleitora idosa levava consigo fotocópia dos boletins de voto já assinalados no quadrado do PPD/PSD para os vários órgãos do município", afirmou à agência Lusa Gloriana Carreiro, da secção do PS da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel.

Segundo Gloriana Carreiro "esses boletins de voto foram caçados" e a eleitora já "foi identificada".

13h18 - 
Os habitantes da Aldeia do Vale, em Santa Maria da Feira, estão a realizar um boicote às eleições autárquicas. A população está descontente com o facto de em 2013 a sua freguesia tre sido desmantelada para se se unir à União de Freguesias de Canedo, Vale e Vila Maior, no âmbito da Reforma Administrativa do Território das Freguesias. Apesar da manifestação, a população optou por realizar um protesto cívico, sem impedir o acesso às urnas aos restantes munícipes.

13h12 - A afluência dos eleitores às urnas até às 12h00 situou-se hoje em 22,05%, o valor mais alto deste indicador registado nos últimos atos eleitorais autárquicos, à mesma hora, segundo dados do Ministério da Administração Interna.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2013, a afluência às urnas até às 12h00 situou-se nos 19,44%, abaixo dos valores registados nas anteriores eleições autárquicas.

13h00 - 
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deslocou-se até Celorico de Basto, Braga, para votar no concelho onde tem raízes familiares e a cuja Assembleia Municipal presidiu por 12 anos. Apelou à ida à urnas "para travar a subida da abstenção".

"Pelo que eu percebi aqui, a abstenção está ao nível das últimas eleições autárquicas. Espero que diminua durante a tarde. Espero que se faça um esforço para travar a subida da abstenção. Nas últimas eleições locais houve uma subida, é uma tendência", afirmou aos jornalistas, depois de ter votado na freguesia de Molares.

O chefe do Estado recordou que as autárquicas são as eleições mais próximas da população e, por isso, afirmou fazer-lhe "impressão" a abstenção.

Marcelo Rebelo de Sousa exerceu o seu direito de voto na freguesia de Molares, Celorico de Basto, concelho pelo qual foi eleito presidente da Assembleia Municipal em 1997 e onde apresentou a candidatura presidencial, em 2015.

12h56 - Álvaro Almeida, candidato às eleições autárquicas para a Câmara Municipal do Porto, pela lista "Porto Autentico" (Coligação do PPD/PSD e PPM), votou na Escola Clara de Resende, no Porto.

12h53 - 
A Comissão Nacional de Eleições (CNE) já recebeu hoje cerca de mil participações, entre pedidos de esclarecimento e queixas, relacionadas com as eleições autárquicas.

"Não temos conhecimento de qualquer boicote, houve apenas alguns atrasos na abertura de mesas de voto, muitos por causas de ordem funcional", afirmou João Tiago Machado, especificando que os atrasos se deveram à chegada tardia dos boletins de voto ou à falta de pessoas suficientes para abrir as mesas de voto às 08h00.

Neste momento, acrescentou, todas as assembleias eleitorais estão a funcionar normalmente.

12h48 -
A candidata do PSD à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, Teresa Leal Coelho, aproveitou a hora de almoço para ir exercer o seu direito de voto, em Lisboa.

12h31 - Isaltino Morais
, candidato independente à Câmara Municipal de Oeiras, exerceu o seu direito de voto ao lado da família em Algés, concelho de Oeiras.

12h11 -
O atual presidente da Câmara Municipal de Lisboa e candidato pelo PS à autarquia, Fernando Medina, já votou nestas eleições autárquicas, em Lisboa. 

11h40 -
O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, exerceu o seu direito de voto no Grupo Desportivo de Pirescoxe, na freguesia de Santa Iria de Azóia, concelho de Loures.
"É o momento em que se escolhem candidatos para resolver todos os problemas de cada terra. Por isso, era importante que as pessoas viessem votar", afirmou esta manhã aos jornalistas o líder comunista, depois de exercer o direito de voto em Pirescoxe, Santa Iria da Azoia, concelho de Loures.

11h18 -
Foi a vez de Pedro Passos Coelho votar. O líder parlamentar do PSD dirigiu-se até à Escola Secundária Stuart Carvalhais na freguesia de Massamá, concelho de Sintra para exercer o seu direito de voto.

"Espero que [a afluência] seja melhor que o normal, porque, normalmente, já de há uns anos para cá, como sabem, as eleições autárquicas registam um nível de abstenção um pouco mais elevado e espero que isso possa não acontecer desta vez", sublinhou o líder do PSD, poucos minutos depois de votar nas eleições autárquicas de hoje.

10h50 - 
A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, votou na Escola Secundária Almeida Garrett, na freguesia de Mafamude, em Vila Nova de Gaia.

"É muito importante que toda a gente venha votar. Isso é o melhor da democracia: todos temos uma palavra a dizer. Podemos escolher e devemos fazer-nos ouvir também pelo voto", disse, no final, aos jornalistas.

10h30 -
O candidato do PS à Câmara Municipal do Porto, Manuel Pizarro, exerceu o seu direito de voto em Ramalde. O político mostrou-se optimista com o resultado. 

10h08 - 
A candidatura autárquica de Rui Moreira, no Porto, enviou hoje à Comissão Nacional de Eleições (CNE) uma queixa contra o PS por ações de alegada propaganda política nas redes sociais em dia de eleições.

A candidatura independente acusa um deputado com responsabilidades na concelhia e candidato à Assembleia Municipal do Porto, "diretamente envolvido no ato eleitoral" de colocar na sua página de Facebook, de forma livre e acessível para todos, "conteúdo político relevante".

"Ontem partilhou, deixando que os comentários resvalassem para a pura propaganda política, fotografias do candidato Manuel Pizarro, consigo, que assim se deixou fotografar. O comentário é ele próprio alusivo à eleição", lê-se na queixa.

09h52 -
O primeiro-ministro António Costa também já exerceu o direito de voto. Acompanhado da mulher, Fernanda Tadeu, o chefe de Governo votou em Fontanelas, concelho de Sintra, e apelou ao voto de todos os cidadãos.

"Estas eleições autárquicas são as eleições que são a maior festa da democracia, implicam uma mobilização cívica sem comparação, são quase meio milhão de cidadãos que se disponibilizaram para concorrer aos diferentes cargos nas autarquias locais", afirmou António Costa.

09h20 - 
As urnas instaladas numa escola na urbanização de Lidador, na Maia, não abriram por estar ainda colocado junto à entrada um cartaz de um candidato, disseram hoje agência Lusa fontes no local.

João Lopes, delegado da mesa de voto, contactou a Lusa para informar que foram chamados os bombeiros para retirar o cartaz. A Lusa contactou os bombeiros da Maia, tendo recebido a informação de que o caso foi transmitido à GNR, por não se tratar de uma competência dos bombeiros.

09h01
- As mesas de voto para as eleições autárquicas abriram nos Açores às 08h00 locais (09h00 em Lisboa e na Madeira). Devido a esta diferença horária, as urnas no arquipélago dos Açores abrem e fecham 60 minutos depois do que as mesas do continente e da Madeira.

08h43
- Assunção Cristas, a candidata do CDS à Câmara Municipal de Lisboa, já exerceu o seu direito de voto, numa secção de voto instalada na Escola Secundária do Restelo, freguesia de Belém, concelho de Lisboa. A presidente do CDS-PP fez-se acompanhar pelo marido até às urnas, onde fez questão de ir bem cedo.

Em declarações aos jornalistas, a candidata lançou palavras de incentivo aos portugueses, para que estes não deixem de votar. "Hoje é um dia muito importante, tal como todos os dias de eleições o são. Muitas mulheres e muitos homens lutaram em Portugal e em todo o mundo para que hoje todos possamos exercer o nosso direito de voto. É um direito mas também um dever irmos às nossas assembleias de voto", disse Assunção Cristas. 

08h00 - As urnas das eleições autárquicas abriram hoje às 08h00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem e fecham 60 minutos depois das mesas do continente, devido à diferença horária de menos uma hora. Esta é a 12.ª vez que os portugueses vão eleger os seus autarcas em 43 anos de democracia.

Portugal tem 9.412.461 eleitores inscritos que podem votar nestas eleições autárquicas, menos do que nas anteriores, em que estavam registados pouco mais de 9,5 milhões.

A estas eleições autárquicas concorrem 12.076 candidaturas - 1.404 às câmaras municipais, 1.364 a assembleias municipais e 9.308 a assembleias de freguesia (que depois escolhem as juntas), de acordo com dados da Secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (MAI).

Há mais de 90 candidaturas de cidadãos independentes às câmaras, quando em 2013 foram 77. Às assembleias de freguesia concorrem 948 listas de independentes.

As mesas de voto a funcionar são 11.810, com cinco membros por cada uma.

O custo estimado das eleições é de 6,6 milhões de euros, ainda segundo a Secretaria-geral do MAI.

Nas eleições de há quatro anos foram eleitos 35.683 autarcas - entre presidentes de câmara, vereadores, deputados às assembleias municipais e membros de assembleias de freguesia -, mais do que a população do concelho de Portimão, Faro.

O PS foi, em 2013, o maior partido autárquico, com 150 câmaras, incluindo uma em coligação, no Funchal, à frente do PSD, que conseguiu 106 municípios, 86 sozinho e 20 em coligações.

A CDU, a coligação que integra o PCP e PEV, venceu em 34 câmaras e reconquistou municípios como Loures, Évora, Beja, Grândola e Cuba.

O CDS-PP, então liderado por Paulo Portas, conseguiu conquistar cinco câmaras municipais (Ponte de Lima, Albergaria-a-Velha, Vale de Cambra, Velas e Santana).

O BE perdeu o único concelho que governava, Salvaterra de Magos, e os grupos de independentes, que passaram a poder candidatar-se desde as eleições de 2009, conseguiram a presidência de 13 municípios.

Em 2013, a abstenção foi a mais alta de sempre em autárquicas, situando-se nos 47,4%. As eleições de 1979 foram as que registaram a abstenção mais baixa (26,24%).
Ver comentários