Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

António Costa aumenta vantagem sobre PSD nas legislativas e Marta Temido arrasa na corrida à liderança ao PS

Sondagem da Intercampus para o CM/CMTV dá 36,8% ao PS nas intenções de voto contra 24,6% no PSD. Marta Temido é a preferida dos eleitores nacionais e dos socialistas para suceder a António Costa.
António Sérgio Azenha 26 de Setembro de 2021 às 21:12
António Costa e Marta Temido
António Costa e Marta Temido
António Costa e Marta Temido
António Costa e Marta Temido
António Costa e Marta Temido
António Costa e Marta Temido
O PS aumentou a distância sobre o PSD nas intenções de voto para as eleições legislativas: se o ato eleitoral se realizasse hoje, os socialistas venceriam com 36,8%, contra 24,6% do PSD, segundo uma sondagem da Intercampus para o CM/CMTV.

O PS tem agora um avanço de 12,2 pontos percentuais sobre o PSD, contra 9,6 pontos percentuais em agosto. Marta Temido, ministra da Saúde, é a preferida dos eleitores nacionais e do próprio PS para suceder a António Costa na liderança do PS.

A sondagem do CM/CMTV, realizada entre 14 e 23 de setembro, indica que as atuais intenções de voto no PS são as mais elevadas desde junho último. O PSD atingiu o ponto alto, em agosto, com 25,1%.

Quanto à sucessão na liderança do PS, Marta Temido surge em destaque: recolhe 25,9% das preferências no universo total dos inquiridos e 33,5% no seio do PS. Fernando Medina e Pedro Nuno Santos estão próximos de Temido a nível nacional, mas mais longe dentro do PS.

No PSD, Pedro Passos Coelho é de longe o preferido para suceder a Rui Rio: dentro do partido, recolhe 44,2% das intenções de voto, contra 25% de Paulo Rangel.

FICHA TÉCNICA
Objetivo Sondagem realizada pela Intercampus para o CM e a CMTV, com o objetivo de conhecer a opinião dos portugueses sobre diversos temas da atualidade nacional  
Universo População portuguesa, com 18 ou mais anos, eleitoralmente recenseada, residente em Portugal continental
Amostra É constituída por 609 entrevistas, com a seguinte distribuição: 292 a homens e 317 a mulheres; 129 a pessoas entre os 18 e os 34 anos, 209 entre os 35 e os 54 anos e 271 a pessoas com 55 ou mais anos; 229 no Norte, 140 no Centro, 170 em Lisboa, 42 no Alentejo e 28 no Algarve Seleção da amostra A seleção do lar fez-se através da geração aleatória de números de telefone fixo/móvel. No lar a seleção do respondente foi realizada através do método de quotas de género e idade (3 grupos). Foi elaborada uma matriz de quotas por região (NUTS II), género e idade, com base nos dados do Recenseamento Eleitoral da população portuguesa (31/12/2020) da Direção-Geral da Administração Interna (DGAI) Recolha da informação Através de entrevista telefónica, em total privacidade, através do sistema CATI. Os trabalhos de campo decorreram entre 14 e 23 de setembro de 2021 Margem de erro O erro máximo de amostragem, para um intervalo de confiança de 95%, é cerca de 4,0% Taxa de resposta 65,3%

António Costa vantagem PSD legislativas Marta Temido
Ver comentários