Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Autarca e deputados do PS alertam para paragens de ambulância do INEM em Vendas Novas

Luís Dias admite que pode estar comprometido o socorro.
Lusa 15 de Junho de 2021 às 23:14
INEM
INEM FOTO: Carlos Barroso/Correio da Manhã
O autarca de Vendas Novas, o socialista Luís Dias, e os deputados do PS eleitos por Évora alertaram hoje para a inoperacionalidade frequente da ambulância do INEM naquele concelho, admitindo que pode estar comprometido o socorro.

Questionado hoje pela agência Lusa, o gabinete de comunicação do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) indicou que a ambulância do Posto de Emergência Médica (PEM) atribuída aos Bombeiros Voluntários de Vendas Novas "encontra-se operacional".

"No ano de 2021, este veículo foi alvo de seis intervenções em oficina para reparações [quatro] e manutenções/revisões programadas [duas], tendo as ordens de reparação/manutenção sido prontamente autorizadas pelo INEM", assinalou.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Vendas Novas afirmou que "o uso da ambulância do INEM que está ao serviço dos Bombeiros de Vendas Novas está comprometido por aquela viatura estar inoperacional a maior parte do tempo".

Luís Dias admitiu que, com a ambulância parada, "poderá estar comprometido" o socorro à população do concelho, no distrito de Évora, salientando, contudo, que, até agora, "não há nenhum caso grave registado" em que a viatura tenha sido necessária.

"Mas, a qualquer momento pode ser necessária", vincou, considerando que este "é um caminho contrário" em relação ao que tem sido "trilhado pela câmara e pelos bombeiros" para a prestação de "um cada vez melhor e mais eficiente socorro à população".

O autarca defendeu que a ambulância deve ser substituída por uma nova, mas lembrou que o programa para a renovação da frota do INEM ao serviço dos bombeiros foi suspenso, devido à pandemia de covid-19.

"Queremos ter conhecimento de quando é que o programa será retomado e quando é que é expectável que Vendas Novas volte a ter um meio destes ao serviços dos nossos bombeiros para aumentar ainda mais a capacidade de socorro às populações", sublinhou.

Também os deputados do PS eleitos pelo círculos de Évora, Capoulas Santos e Norberto Patinho, dirigiram uma pergunta à ministra da Saúde, Marta Temido, sobre a ambulância do INEM em Vendas Novas e a programa de renovação da frota.

Na pergunta, os dois parlamentares socialista realçaram que a ambulância "por diversas vezes esteve inoperacional", o que compromete "de forma inequívoca a eficaz prestação do socorro às populações daquele concelho".

"Em Vendas Novas, o único socorro às populações é prestado pela corporação de bombeiros locais, cujo serviço depende, quase na totalidade, da ambulância do INEM ao serviço desta associação humanitária", escreveram.

Reconhecendo "o esforço, investimento e trabalho desenvolvido pelo Governo, nos últimos anos, para o reforço dos meios humanos e técnicos no país", os deputados assinalaram que a pandemia de covid-19 originou "uma realidade desconhecida".

"Esta nova realidade levou à mobilização financeira de recursos para o combate à pandemia, o que, em alguns casos, adiou investimentos programados", sublinharam, exemplificando com a suspensão do programa de renovação da frota do INEM ao serviço dos bombeiros.

Com a pergunta, os dois parlamentares querem saber se está prevista a retoma do programa de substituição de viaturas do INEM ao serviço dos bombeiros e qual o prazo previsto para a substituição da viatura atribuída aos Bombeiros de Vendas Novas.

Na resposta à Lusa, o gabinete de comunicação do INEM assinalou ainda que a pandemia de covid-19 "concentrou os esforços do instituto", registando "necessidades inicialmente não previstas, como a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual [EPI] e equipamentos médicos".

"Este novo cenário originou, naturalmente, a necessidade da recalendarização dos investimentos que estavam previstos, obrigando a suspender, temporariamente, o Plano de Renovação da Frota de Ambulâncias afetas aos Postos de Emergência Médica [PEM] ainda em 2020", realçou.

O INEM garantiu que está a desenvolver "todos os esforços para que a renovação das ambulâncias em funcionamento nos PEM possa ser retomada tão rapidamente quanto possível", prevendo então "renovar as 75 ambulâncias previstas para 2020, onde está incluída a ambulância do PEM dos bombeiros de Vendas Novas".

Évora PS INEM Vendas Novas Luís Dias PEM saúde Bombeiros Voluntários de Vendas Novas política
Ver comentários