Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Festa do Avante! vai ter lotação máxima de 40 mil visitantes

Direção-Geral da Saúde (DGS) "recomenda fortemente" a apresentação de certificado de vacinação ou teste negativo.
Lusa 25 de Agosto de 2021 às 13:29
Festa do Avante
Festa do Avante FOTO: Direitos Reservados
A lotação máxima para Festa do Avante! aumentou este ano para 40.000 e a Direção-Geral da Saúde (DGS) "recomenda fortemente" a apresentação de certificado de vacinação ou teste negativo, segundo o plano de contingência divulgado hoje.

"A lotação máxima no recinto da Festa do Avante! licenciada em anos anteriores para 100.000 visitantes (e apenas considerando a área da Quinta da Atalaia) é atualizada este ano para a lotação de 40.000", explicita o plano de contingência para a rentrée do PCP, um aumento de 23.500 visitantes face aos 16.500 de há um ano.

De acordo com o documento, que não estipula obrigatoriedade, a Direção-Geral da Saúde "recomenda fortemente que todos os participantes no evento, independentemente do seu papel no mesmo, devam aceder ao recinto mediante apresentação" de um certificado de vacinação contra a covid-19 "aquando da validação do bilhete de ingresso e/ou com a prova de teste para SARS-CoV-2 negativo".

Através de uma nota divulgada, o PCP dá "seguimento à recomendação da DGS para que os visitantes sejam portadores de comprovativo de vacinação, de recuperação de doença e/ou teste negativo" e disponibiliza junto da entrada da Quinta do Cabo uma área onde será possível "a realização de teste rápido, para quem necessitar, em colaboração com entidade certificada, bem como para a realização de autotestes".

"A responsabilidade da realização do teste cabe a cada visitante e a organização recomenda que o possa fazer previamente", indica o PCP, na nota.

No entanto, o partido considera que "o parecer da DGS, sem prejuízo do registo de recomendações que se acolheram, contém em vários domínios graus de exigência maiores relativamente à Festa do que o estabelecido para outras iniciativas e atividades".

A maior parte das medidas detalhadas no plano de contingência para o certame político-cultural comunista tinham sido anunciadas na última semana e são uma reedição das que foram aplicadas há um ano.

Assim, regressam os circuitos de circulação devidamente assinalados para "evitar o cruzamento de pessoas", os espetáculos com lotação definida, "preferencialmente sentados" e com distanciamento físico, e a disponibilização de vários locais para higienização das mãos ao longo do recinto.

A utilização de uma máscara é "recomendada em geral", mas vai ser obrigatória em balcões de atendimento, instalações sanitárias, exposições, entre outros, para os visitantes "com idade igual ou superior a 10 anos".

No que diz respeito à restauração, não será permitido o consumo ao balcão, as mesas e cadeiras vão estar dispostas de modo a garantir o distanciamento físico de dois metros e "serão tomadas medidas para evitar que os visitantes modifiquem a orientação das mesas e cadeiras".

Os pagamentos de qualquer tipo durante a Festa do Avante! vão ser preferencialmente digitais, mas se houver utilização de cartões bancários ou dinheiro físico "as mãos devem ser higienizadas após o seu manuseamento".

A edição deste ano também vê o regresso dos espaços para as crianças e das atividades desportivas. Em relação ao primeiro, a lotação para escorregas, baloiços, cestos, molas e escalada vai ser de 66% e a utilização "é acompanhada por monitores".

Já as atividades desportivas, como, por exemplo, os torneiros de futsal ou as demonstrações de artes marciais ou ginástica, seguem as regras de definição de lotação máxima e de circuitos de circulação.

"Para a utilização dos matraquilhos, em espaço próprio, será obrigatório o uso de máscara. Proceder-se-á à higienização dos equipamentos após cada utilização", enquanto o uso "da parede de escala será individual e após cada utilização proceder-se-á à higienização".

A 45.ª edição da Festa do Avante! vai decorrer entre 03 e 05 de setembro, na Quinta da Atalaia, no Seixal (distrito de Setúbal).

A rentrée comunista coincide este ano com o centenário do partido e vai ser o ponto alto das celebrações.

No plano dos espetáculos estão previstas atuações para recordar a música de Zeca Afonso, nomeadamente o 50.ª aniversário da edição do álbum "Cantigas do Maio" (1971), assim como os "duetos improváveis" entre vários artistas, cujo enfoque é a música portuguesa.

Avante Direção-Geral da Saúde DGS política
Ver comentários