Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Graciano invisível numa noite sem discurso por se sentir "indisposto"

Candidato do Chega à Câmara Municipal de Lisboa não deu discursos, saiu sem avisar ninguém, depois uma noite silenciosa em frente à televisão e a copos de cerveja.
SÁBADO 27 de Setembro de 2021 às 12:21
Graciano invisível numa noite sem discurso por se sentir 'indisposto'
Graciano invisível numa noite sem discurso por se sentir 'indisposto' FOTO: Direitos Reservados
Sentado, a olhar para a televisão e a beber cerveja. Esta podia ser a descrição da noite autárquica de um eleitor comum português, mas também se aplica a Nuno Graciano, candidato do Chega à Câmara Municipal de Lisboa.

Começou a acompanhar as eleições ao final da tarde no restaurante Pazzo, Avenida da Liberdade, e saiu às 01h30, sem esperar pelos resultados finais, sem declarações ou despedidas a militantes, deixando inutilizado o púlpito montado para o discurso de final.

Veja aqui todos os resultados nacionais das Autárquicas e conheça os presidentes de câmara eleitos
Nuno Graciano Chega Câmara Municipal de Lisboa política partidos movimentos
Ver comentários