Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Há 318 ex-políticos a receber subvenções vitalícias que vão desde os 880 euros aos 13 mil euros

Ex-políticos e juízes do Tribunal Constitucional recebem subvenções com valores que vão até aos 13.600 euros mensais.
2 de Setembro de 2019 às 10:38
Parlamento
Parlamento FOTO: Pedro Simões
Foi divulgada esta segunda-feira a lista com os 318 ex-políticos e juízes que beneficiam de subvenções vitalícias mensais. A lista foi publicada pela Caixa Geral de Aposentações depois de anos de interregno. As subvenções vão dos 880 euros aos mais de 13 mil mensais.

A última lista foi divulgada em 2016 e, desde então, esteve três anos sem ser divulgada. Desde esse tempo, quatro nomes foram adicionados: o ex-ministro da Administração Interna Miguel Macedo, o deputado Adão Silva, o deputado José Cesário e o ex-ministro da Justiça Alberto Martins. Destas quatro, apenas duas estão ativas (a de Miguel Macedo e de Alberto Martins), estando as outras duas suspensas. Dos 318 ex-políticos e juízes do Tribunal Constitucional, há quem receba mais de 13.600 euros mensais.

Vasco Rocha Vieira, General do Exército Português e político que exerceu as funções de Ministro da República para os Açores e de último Governador de Macau, é um desses 318 ex-políticos que recebe, mensalmente, 13.607 euros. 

Renato Luís Pereira Leal, deputado na X Legislatura que exerceu cargos como Presidente da Comissão dos Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho, é dos que recebe os valores mais baixos: 883 euros.

Das 318 subvenções listadas, 209 estão activas e a ser pagas na totalidade, 18 são alvo de reduções parciais, 47 de reduções total e 44 estão suspensas devido ao exercício de "quaisquer funções políticas ou públicas remuneradas".
Caixa Geral de Aposentações economia negócios e finanças política
Ver comentários