Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

"Há uma leveza na ponderação das alternativas ao Marquês de Pombal e ao estádio": Marcelo sobre festejos do Sporting

Presidente da República afirmou que acompanha de perto as situações dos migrantes.
Correio da Manhã 13 de Maio de 2021 às 21:10
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: Pedro Nunes / Lusa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, voltou a reagir aos festejos do Sporting na noite de terça-feira, referindo que é necessário "ter muito cuidado".

"Vi os diques a romper", admitiu Marcelo numa entrevista à RTP, onde sublinhou que as celebrações dos adeptos leoninos, que se chegaram a envolver em confrontos com a polícia, "tiveram um efeito que não é positivo e que não pode ser replicado num futuro próximo".

Marcelo admitiu também que houve uma "leveza na ponderação das alternativas ao Marquês de Pombal e ao estádio".

Sobre a polémica com o Ministro da Administração Interna, Marcelo garante que não sabe se houve intervenção do MAI ou se isso não foi tratado a nível de outras estruturas".

Orçamento de Estado
O Chefe de Estado mostrou-se confiante na aprovação do Orçamento de Estado para 2022. "Estou convencido de que o Orçamento [de Estado] passa", frisou.

Relação com o primeiro-ministro
Marcelo afirmou que está nas mãos do primeiro-ministro realizar ou não remodelações no Governo, garantindo que o Chefe do Executivo sabe aquilo que deve fazer. "Cabe ao primeiro-ministro avaliar os prós e contra políticos de manter o Governo ou remodelar", relembrou.

Quando questionado sobre a polémica com o ministro da Administração Interna, Marcelo não comentou a questão, apesar de ter relembrado que o  "primeiro-ministro tem manifestado confiança em membros do Governo".

Justiça
O Presidente da República abordou também questões ligadas à Justiça. "Tenho uma opinião crítica sobre a lentidão ser um problema da Justiça", começa por dizer.

Marcelo revela que, em 2016, propôs um Pacto da Justiça. "Era minimalista em matéria de corrupção, admito", sublinhou, admitindo que "os mega-processos podem demorar eternidades".

Combate à corrupção
De acordo com o Presidente, praticamente todos os partidos apresentam já propostas sobre a matéria. "Penso que há todas as condições para daqui até julho avançar este conjunto de iniciativas", referiu, acrescentando que esta "é uma questão que incomoda os portugueses".

Sobre os fundos europeus de combate à pandemia, Marcelo defendeu que o "Tribunal de Contas tem de ter agilidade para acompanhar a execução dos fundos".

Trabalhadores de Odemira
Sobre as questões levantadas com os trabalhadores agrícolas em Odemira, Marcelo não em dúvidas: "Precisamos dos imigrantes para um tipo de trabalho que os portugueses não querem", declarou, referindo que acompanha de perto a situação dos imigrantes. "Vou fazendo pedagogia", admitiu, com referência às questões de xenofobia levantadas com a presença de imigrantes no País. "Há problemas sociais de fundo", frisou.

Em atualização
Marcelo Rebelo de Sousa Sporting desporto futebol entrevista reação
Ver comentários