Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Iniciativa Liberal denuncia esquadras chinesas para repatriar cidadãos instaladas em Portugal

António Costa garantiu que não tem "nenhum conhecimento" sobre o caso.
Correio da Manhã 29 de Setembro de 2022 às 16:56
João Cotrim Figueiredo, Presidente Iniciativa Liberal
João Cotrim Figueiredo, Presidente Iniciativa Liberal FOTO: Direitos Reservados
Em debate no Parlamento, esta quinta-feira, esta quinta-feira, o líder da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, disse que se soube, através da ONG Safeguards Defenders, que há duas entidades chinesas que instalaram dezenas de esquadras informais em vários países para repatriar cidadãos chineses para a China, três delas instaladas em Portugal.

João Cotrim Figueiredo começou por citar um relatório sobre as opressões do regime chinês, incluindo esquadras informais internacionais que se articularão com o partido comunista chinês, três delas instaladas em Portugal, para repatriar cidadãos para a China e perguntou Governo se tem conhecimento e o que está a ser feito para "parar estas patentes violações dos direitos humanos".

"A resposta é muito fácil: não tenho nenhum conhecimento e seguramente os serviços também não. Mas recomendava-lhe que transmitisse isso à Procuradora Geral da República", respondeu António Costa.

As três esquadras estarão a funcionar em Lisboa, no Porto e na Madeira e "há indícios de que se articulam com o departamento Frente Unida do Partido Comunista Chinês. Temos alegações gravíssimas do ponto de vista dos direitos humanos, da soberania nacional (com uma potência estrangeira a operar em solo português) e da segurança nacional porque há agentes de propaganda ao serviço do Partido Comunista Chinês a operar em Portugal."

"Como responsável pelos serviços de informação, pode confirmar e o que estão a fazer os serviços para parar esta situação?", questionou o líder do partido liberal, mas António Costa garantiu que não tem "nenhum conhecimento" sobre o caso.
Ver comentários