Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Marcelo reúne-se com o rei de Espanha na cimeira Ibero-americana em Andorra

Estarão também presentes o primeiro-ministro, António Costa e o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.
Lusa 16 de Abril de 2021 às 18:26
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: David Cabral Santos
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai reunir-se com o rei Filipe VI de Espanha, no início da próxima semana, à margem da XXVII Cimeira Ibero-Americana, que se realiza entre terça e quarta-feira em Andorra.

Em pouco mais de um mês, este será o segundo encontro institucional entre o chefe de Estado português e o monarca espanhol, depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter sido recebido em Madrid em 12 de março passado, poucos dias após ser empossado no parlamento para um segundo mandato como Presidente da República.

Além da reunião com o rei Filipe VI, durante a cimeira ibero-americana, Marcelo Rebelo de Sousa terá encontros bilaterais com os presidentes da República Dominicana e da Guatemala e com o chefe de Governo do país anfitrião, Andorra.

Nesta cimeira, que terá como temas a "Inovação para o Desenvolvimento Sustentável - Objetivo 2030" e "Ibero-América face ao desafio do coronavírus", Portugal, segundo nota publicada, esta sexta-feira, na página da Presidência da República, estará também representado pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Ainda segundo a mesma nota, durante a sua presença em Andorra, Marcelo Rebelo de Sousa "terá também oportunidade de se encontrar com um grupo de representantes da comunidade portuguesa" naquele país.

De acordo com a agência de notícias Efe, os chefes de Estado e de Governo de Espanha, Felipe VI e Pedro Sánchez, participarão presencialmente nesta cimeira, que estava prevista para o ano passado, mas, devido à pandemia de covid-19, foi adiada e decorrerá num formato misto.

Terão igualmente representação presencial em Andorra, além do país anfitrião, a Guatemala, que organizou a cimeira anterior, e a República Dominicana, que organizará a seguinte, enquanto os chefes de Estado e de Governo dos demais países intervirão por videoconferência, segundo a Efe.

A comunidade ibero-americana é composta por 22 países, dos quais três europeus, Portugal, Espanha e Andorra, e 19 latino-americanos: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, México, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Cuba e República Dominicana.

A primeira cimeira desta comunidade realizou-se em 1991, em Guadalajara, no México. Os encontros repetiram-se, com periodicidade anual, até 2014. Desde então, passaram a ser de dois em dois anos.

Na maior parte das cimeiras ibero-americanas, Portugal tem estado representado conjuntamente pelos chefes de Estado e de Governo.

O primeiro-ministro, António Costa, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, estiveram juntos e estrearam-se ambos nestes encontros em outubro 2016, na cimeira de Cartagena das Índias, na Colômbia.

Em novembro 2018, Marcelo Rebelo de Sousa participou na 26.ª Cimeira Ibero-Americana, na cidade histórica de Antiga, na Guatemala.

O Presidente da República já esteve no Principado de Andorra, no seu anterior mandato, numa visita oficial de cerca de 24 horas, em setembro de 2017.

Ver comentários