Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Marques Mendes critica decisão de juiz Ivo Rosa: "É um perigo à solta"

Atual conselheiro de Estado criticou ação do juiz no caso da Operação Marquês.
Correio da Manhã 11 de Abril de 2021 às 21:21

O antigo líder do PSD, Luís Marques Mendes, deixou este domingo duras críticas ao juiz Ivo Rosa após a decisão instrutória sobre o processo Operação Marquês.

No espaço habitual de comentário na SIC, Marques Mendes relembrou que Ivo Rosa sublinhou uma "ideia de impunidade", mostrando que os "fortes e poderosos se safam sempre".

O atual conselheiro de Estado criticou a ação do juiz que pronunciou o antigo primeiro-ministro, José Sócrates, de apenas seis crimes, entre eles branqueamento e falsificação de documentos.

O comentador referiu ainda que o juiz Ivo Rosa fez parecer que o criminoso era o Rosário Teixeira, do Ministério Público e comparou a decisão do juiz a uma rábula do humorista Ricardo Araújo Pereira dizendo que apesar do magistrado considerar que houve corrupção e que José Sócrates foi corrompido, não o vai levar a julgamento. "Para Ivo Rosa, José Sócrates é corrupto. Mas, segundo ele, não foi corrompido pelo Grupo Lena nem por Ricardo Salgado nem pelos investidores de Vale do Lobo. Foi corrompido, disse o juiz, pelo seu amigo Carlos Santos Silva. O mesmo amigo que nas escutas telefónicas funcionava não de corruptor mas de "testa de ferro" de Sócrates. Parece brincadeira. Mas pior é isto: foi corrompido mas não será julgado. Isto parece uma rábula de Ricardo Araújo Pereira. É corrupto? É. Vai ser julgado? Não. Há corrupção? Há. Vai ser julgada? Não."

O social-democrata caracteriza a decisão de Ivo Rosa, em deixaer cair 25 dos 31 crimes de que José Sócrates era acusado, como uma "derrota colossal" para a política e um abalo para o estado de justiça em Portugal.

Ver comentários