Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Matos Fernandes quer atuação do Governo "nas margens" dos mercados dos combustíveis

Ministro do ambiente defende que o Governo deve poder agir "em todas as margens dos inúmeros atores que existem ao longo do processo".
Lusa 18 de Outubro de 2021 às 13:51
João Pedro Matos Fernandes
João Pedro Matos Fernandes FOTO: Vitor Chi
O ministro do Ambiente defendeu hoje que é "necessário" que o Governo possa "agir nas margens" de comercialização dos combustíveis para fazer face ao aumento dos preços, apesar de não ter ainda "qualquer capacidade" para o fazer.

"No que diz respeito aos combustíveis, trata-se, sobretudo, de garantir questões de justiça e por isso, ainda não está publicada nem promulgada, mas no entender do Governo é mesmo necessário que se possa agir nas margens, não só da comercialização, da bomba de gasolina, mas em todas as margens dos inúmeros atores que existem ao longo do processo", afirmou o ministro do Ambiente e da Ação Climática.

Matos Fernandes, que participou esta segunda-feira na cerimónia de apresentação dos vencedores da primeira fase do concurso público para a execução da nova ponte sobre o rio Douro, salientou, no entanto, não existir hoje "qualquer capacidade de o Governo o fazer".

Matos Fernandes Governo economia negócios e finanças energia ambiente combustiveis
Ver comentários