Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Morreu António Topa, deputado do PSD

Deputado morreu vítima de doença prolongada.
Lusa 31 de Outubro de 2021 às 12:23
António Topa
António Topa
O deputado social-democrata António Topa, eleito pelo distrito de Aveiro, morreu vítima de doença prolongada, informou o PSD.

"É para todos um dia triste", escreveu o PSD na sua página na internet, expressando a "grande consternação com que o Partido Social Democrata recebeu a notícia do falecimento António Topa".

António Topa, deputado do PSD eleito pelo distrito de Aveiro, "faleceu aos 67 anos, vítima de doença prolongada", pode ler-se na mesma página.

Além do seu percurso profissional e político, "fica em todos a recordação de um homem bom, amigo e leal, nunca indiferente aos que com ele se cruzaram", refere o PSD, sublinhando o "exemplo de determinação, coragem e resiliência, de um cidadão que nunca baixava os braços e em quem se podia confiar".

Na rede social Twitter, o presidente do partido, Rui Rio, reagiu já à morte do deputado que "partiu cedo".

"Era um homem sério, leal e grato", escreveu Rui Rio, sublinhado ainda que António Topa era "trabalhador e amigo do seu amigo", de "convicções, nunca de oportunismos, um homem confiável".

E conclui lamentando "uma grande perda para o PSD e para a política portuguesa", mas também para si próprio.

Em comunicado o grupo parlamentar do PSD lamentou também a perda que representa "para o parlamento e para o país" a morte do deputado, esta manhã, depois de "uma vida dedicada à causa pública, seja através da política ou do movimento associativo, que sempre serviu de forma nobre e desinteressada".

O grupo parlamentar recorda "o espírito altruísta" reconhecido ao homem de "espírito livre" e com uma "cultura democrática, profundamente enraizada", que tinha na Assembleia da República uma imagem marcada pela sua forma de fazer política "firme, competente e empenhada".

No comunicado os deputados social-democratas despedem-se este domingode "um trabalhador incansável, quase sem horas para si e para os seus, aplicando-as na causa pública" e que "mesmo em momentos de sofrimento, quando a terrível doença já o cercava, fez questão de manter a sua assiduidade, não se poupando a grandes deslocações para marcar presença na Casa da Democracia".

No documento aludem ao deputado como "homem de fortes convicções e de coração grande, um verdadeiro humanista na política, assim como na vida, exemplo de seriedade e lealdade, respeitador, e capaz de cultivar relações de grande proximidade e amizade, mesmo com adversários" e agradecem a António Topa "o legado que deixou à sua terra, ao seu partido e ao seu país".

Engenheiro civil de formação, António André da Silva Topa foi autarca em Santa Maria da Feira, onde desempenhou as funções deputado municipal e vereador, com os pelouros do Planeamento, Urbanismo e Obras Particulares.

Foi membro da Assembleia Municipal de Santa Maria da Feira e o da Assembleia de Freguesia de Vila Maior, Santa Maria da Feira.

Militante do Partido Social Democrata, desempenhou os cargos de presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Aveiro e da Comissão Política Concelhia do PSD de Santa Maria da Feira.

António Topa Aveiro PSD questões sociais política morte autoridades locais
Ver comentários