Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Número 2 do Governo em jantar de Sócrates

Chefe da diplomacia portuguesa na lista de presenças que juntou amigos e políticos.
Cristina Rita e Débora Carvalho 8 de Setembro de 2016 às 01:45
Chefe da diplomacia portuguesa na lista de presenças que juntou amigos e políticos.
O ex-primeiro-ministro e arguido na Operação Marquês, José Sócrates, reuniu cerca de 40 pessoas num jantar de aniversário no restaurante Tacho, situado no Lx Factory, em Lisboa, na última terça-feira, para assinalar os 59 anos. Entre os presentes estiveram vários ex-governantes e atuais membros do Executivo socialista. Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros e número dois do Governo de António Costa, foi um dos presentes, apurou o CM.

O gabinete do ministro não desmente a presença no jantar ao CM: "Não divulgo os meus jantares privados, seja com quem forem."
Augusto Santos Silva é amigo de José Sócrates, além de ter sido companheiro de governo do ex-primeiro-ministro. Isto, apesar de o atual chefe do executivo ter sempre separado as águas entre o PS e a Operação Marquês, na qual Sócrates é arguido.
Na mesa também estiveram figuras como Paulo Campos, André Figueiredo, Mário Lino ou Joaquim Raposo. Ao CM, Mário Lino disse apenas que foi "um jantar de amigos" , sem querer detalhar o jantar de aniversário.

O convite para jantar foi feito por SMS. O prato foi igual para todos – um prato de bacalhau – e cada um pagou a sua refeição: vinte euros, apurou o CM.

O jantar não contou com a família, filhos ou a ex-mulher Sofia Fava, nem com nenhum dos advogados – Pedro Dellile e João Araújo – no processo.

O processo Marquês ainda não tem data para estar concluído. Ontem, a procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, não se quis comprometer com prazos: "Os senhores jornalistas serão informados na altura própria sobre essa matéria", destacou apenas. Os quatro procuradores do caso já tinham feito saber que seria muito difícil ter o despacho pronto antes de 15 de setembro, pelo que a acusação deverá resvalar para o final do ano.
Operação Marquês José Sócrates Lisboa Augusto Santos Silva
Ver comentários