Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

João Leão já entregou Orçamento do Estado para 2022 no Parlamento e assume-se confiante na aprovação

Ministro assume abertura para diálogo com a esquerda e diz não haver motivos para o chumbo do documento.
Correio da Manhã 11 de Outubro de 2021 às 23:43
A carregar o vídeo ...
João Leão já entregou Orçamento do Estado para 2022 no Parlamento e assume-se confiante na aprovação
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, já entregou a proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) na Assembleia da República.

"Acreditamos que temos um bom orçamento para os portugueses, tem em consideração os desafios ambiental, produtividade e preocupa-se com o futuro", começou por explicar o ministro após a entrega do documento assumindo-se confiante de que o mesmo será aprovado 

"Sempre tivemos abertura para discutir e dialogar com os vários partidos e vamos manter essa abertura", acrescentou manifestando haver espaço para dialogar com a esquerda.

Depois de uma maratona em Conselho de Ministros para aprovação do documento, que começou às 09h30 da última sexta-feira e acabou às 02h00 de sábado, João Leão entregou a proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano ao presidente do parlamento, Eduardo Ferro Rodrigues.

Há um ano, o ministro das Finanças entrou no gabinete de Ferro Rodrigues pelas 20h58, acompanhado pela secretária de Estado do Orçamento, Cláudia Joaquim, e pelo secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro.

É o segundo Orçamento de João Leão enquanto ministro das Finanças, cargo que passou a desempenhar em junho de 2020, substituindo Mário Centeno, que é atualmente governador do Banco de Portugal.

A conferência de imprensa de apresentação do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) irá decorrer na terça-feira às 09h00. 

O primeiro processo de discussão do OE2022 durará entre os dias 22 e 27 de outubro, dia em que será feita a votação do documento na generalidade.

No dia seguinte, e em caso de aprovação na generalidade do documento, começará a especialidade do OE2022, com diversas audições dos diferentes ministros e entidades no parlamento, uma fase que durará cerca de um mês.

Os partidos terão até 12 de novembro para entregar as suas propostas de alteração ao documento do Governo, e a votação final global está agendada para 25 do mesmo mês.





Ver comentários