Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

PAN diz que "vitória" no domingo seria eleger vereadores

Porta voz do PAN, Inês Sousa Real, afirmou que o partido está preparado e quer "mais responsabilidades".
Lusa 24 de Setembro de 2021 às 22:00
Inês Sousa Real, porta-voz do PAN
Inês Sousa Real, porta-voz do PAN
A porta-voz PAN, Inês Sousa Real, afirmou esta sexta-feira, em Braga, que, para o partido, uma vitória nas Autárquicas de domingo seria a eleição de vereadores, algo até aqui nunca conseguido.

Em declarações aos jornalistas à margem de uma tertúlia sobre poluição dos rios, Inês Sousa Real apontou Braga, Aveiro e Cascais como alguns dos concelhos em que o partido pode conseguir eleger para a vereação, nos dois últimos casos em coligação.

"Mas gostaríamos também de ser uma boa supres nessa noite [domingo] e conquistar também vereação em Lisboa, Porto e Almada, onde nas projeções também têm sido bastante favoráveis. E também a sul, na região do Algarve, seria muito gratificante ter uma vereação", acrescentou.

Lembrou que o partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) já conseguiu, desde 2013, eleger autarcas nas assembleias municipais e também nas assembleias de freguesia, mas nunca elegeu um vereador.

"Para nós, sem dúvida, [uma vitória seria] conseguir pela primeira vez eleger vereação", sublinhou.

Inês Sousa Real afirmou que o PAN está preparado e quer "mais responsabilidades", para mostrar aquilo que vale.

Admitiu que combater a abstenção "é sempre muito difícil", mas defendeu que é preciso que as pessoas percebam que o voto nas eleições de domingo é fundamental, porque "as autarquias locais vão ter um papel fundamental naquilo que é a retoma socioeconómica do país".

"Mas não pode ser votar em mais do mesmo, precisamos de ter candidaturas verdadeiramente progressivas, ambientalistas, que não deixem para trás os direitos sociais e os direitos dos animais, e para isso o PAN espera que haja uma adesão verde às urnas efetivamente mudar, para fazer uma viragem naquilo que têm de ser os desafios que o país enfrenta", disse ainda.

Inês Sousa Real considerou que a campanha eleitoral mostrou "a necessidade de uma força ambientalista" no concelho e a falta de "uma visão jovem e progressista".

Para o PAN, Braga está em défice na "causa ambiental no geral".

"Nunca houve uma força ambientalista na cidade, nunca houve ninguém com o ambiente na agenda como primeira prioridade e é isso que o PAN está aqui a fazer. A poluição dos nossos rios, o aumento da poluição do ar, a diminuição da percentagem de resíduos reciclados, o mau tratamento das árvores e do arvoredo urbano, tudo isto tem sido ignorado", referiu.

"E continua a ser ignorado quando vimos que nem no programa do PS nem no da coligação constam referências à agricultura e à floresta", exemplificou.

Apontando como objetivo eleger um deputado municipal, o candidato realçou que já está a ser feito trabalho como se já estivesse eleito: "Já tínhamos feito mais de 140 questões ao executivo, já estávamos a fazer trabalho de Assembleia Municipal, apesar de não termos nenhum eleito, mas no domingo vamos resolver isso", apontou.

Nas eleições de domingo, os cabeças de lista à Câmara de Braga são Ricardo Rio (PSD/CDS-PP/PPM/Aliança), Hugo Pires (PS), Bárbara Barros (CDU), Alexandra Vieira (Bloco de Esquerda), Teresa Mota (Livre), Olga Baptista (Iniciativa Liberal), Rafael Pinto (PAN) e Eugénia Santos (Chega).

Ver comentários