Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Portugal destaca "papel fundamental" de Max Stahl na "luta de Timor-Leste pela autodeterminação"

Jornalista britânico e timorense Max Stahl filmou o massacre de Santa Cruz, em Díli, em novembro de 1991.
Lusa 28 de Outubro de 2021 às 12:45
Max Stahl
Max Stahl FOTO: Facebook
O Estado português destacou esta quinta-feira o "papel fundamental" do jornalista britânico e timorense Max Stahl, falecido na quarta-feira, na "luta de Timor-Leste pela sua autodeterminação", transmitindo os "sentidos pêsames" à família, mas também ao povo timorense.

"Max Stahl desempenhou um papel fundamental na luta de Timor-Leste pela sua autodeterminação. Os nossos sentidos pêsames à família, aos amigos, e também ao povo timorense, que perde hoje uma pessoa que deu um contributo inestimável à sua história", escreve o Ministério dos Negócios Estrangeiros na nota a que a Lusa teve acesso.

O jornalista britânico e timorense Max Stahl, que filmou o massacre de Santa Cruz, em Díli, em novembro de 1991, morreu hoje num hospital da cidade australiana de Brisbane, vítima de doença prolongada, confirmou à Lusa fonte familiar.

Max Stahl Portugal Lusa Timor-Leste Estado questões sociais política diplomacia
Ver comentários