Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Portugal investe 1,7 milhões para atrair turistas chineses

Os dois países vão ficar ligados por um voo direto entre Lisboa e Pequim.
27 de Abril de 2017 às 12:18
Beijing Capital Airlines
Beijing Capital Airlines FOTO: Getty Images

O Governo vai investir cerca de 1,7 milhões de euros para promover Portugal como destino turístico na China, uma vez que os dois países vão ficar mais ligados através do voo direto da Beijing Capital Airlines entre Pequim e Lisboa, inaugurado em julho. 

Ao Jornal de Negócios, a secretária de Estado do Turismo adiantou que a grande aposta é no voo direto, com vista a diversificar os mercados em Portugal. 

"Estamos a fazer um roadshow com empresas turísticas na China, lançámos um programa 'Welcome China' para preparar e capacitar a nossa oferta turística, e estamos a trabalhar junto da comunidade chinesa em Portugal também para capacitação em termos de formação para receber o mercado", disse ainda Ana Mendes Godinho à mesma publicação. 


 

Ana Mendes Godinho disse também que a promoção do país está a ser feita em meios como a rede social Weibo, ou no retalhista online Alibaba.

"Estamos a fazer um roadshow com empresas turísticas na China, lançámos um programa 'Welcome China' para preparar e capacitar a nossa oferta turística, e estamos a trabalhar junto da comunidade chinesa em Portugal também para capacitação em termos de formação para receber o mercado", afirmou na comissão de economia no Parlamento.

Os voos directos da Beijing Capital Airlines entre Lisboa e Pequim arrancam a 26 de Julho. De forma a mitigar o tempo de espera na fronteira dos passageiros vindos da China, e de outros destinos fora da União Europeia, o Governo anunciou que pretende reforçar os meios humanos da Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) no aeroporto de Lisboa com mais 45 inspectores a partir de Junho.
Ver comentários