Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Rui Silva Leal e Paulo Pimenta formalizaram candidaturas a bastonário da Ordem dos Advogados

Para o triénio 2023-2025.
Lusa 29 de Setembro de 2022 às 17:30
Rui da Silva Leal
Rui da Silva Leal FOTO: Pedro Catarino
Rui Silva Leal e Paulo Pimenta, candidatos a bastonário da Ordem dos Advogados (OA) para o triénio 2023-2025, anunciaram esta quinta-feira terem já formalizado a candidatura das respetivas listas às eleições marcadas para 28, 29 e 30 de novembro.

O ainda Presidente do Conselho Regional do Porto da OA, Paulo Pimenta, anunciou em comunicado que apresentou formalmente esta quinta-feira, na sede da Ordem dos Advogados, em Lisboa, a candidatura que tem como lema: "Dedicação, Responsabilidade e Independência".

"A candidatura integra advogados experientes e reputados", menciona a nota, acrescentando que, segundo Paulo Pimenta, "é propósito da candidatura recuperar o prestígio e a reputação da OA e dar-lhe capacidade de intervenção no espaço público".

Por seu lado, Rui Silva Leal confirmou à Lusa que formalizou na quarta-feira a candidatura da sua lista, referindo que o que o preocupa "é ver que os advogados, a advocacia e a OA estão a ser maltratados e humilhados pelos poderes públicos".

Rui Silva Leal, que tem como mandatário Artur Marques e como candidato ao Conselho Superior da OA Paulo Sá e Cunha, salientou a importância dos advogados e da advocacia na defesa dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos.

O advogado justificou a sua candidatura como uma iniciativa para reerguer a OA e a profissão, considerando que esta "bateu no fundo", dando como exemplo o aumento de oito cêntimos dado pelo Ministério da Justiça aos advogados que prestam apoio judiciário.

O atual bastonário Luís Menezes Leitão, que se recandidata ao cargo, foi na terça-feira o primeiro candidato a formalizar a candidatura, com a entrega das assinaturas exigidas e respetiva lista de candidatos aos vários órgãos da OA.

Paulo Valério, António Jaime Martins e Fernanda de Almeida Pinheiro são outros candidatos a bastonário da OA, numas eleições em que, se for necessário, uma segunda volta está prevista para os dias 13, 14 e 15 de dezembro.

Leia também
Ver comentários