Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Venda de peixe deixa Mercado José Estevão, concessionado pela Câmara de Aveiro

Concessão é feita por dez anos, com uma renda mensal de 12.617,89 euros acrescidos do IVA.
Lusa 22 de Setembro de 2022 às 18:51
José Girão Pereira foi presidente da Câmara Municipal de Aveiro de 1976 a 1994
José Girão Pereira foi presidente da Câmara Municipal de Aveiro de 1976 a 1994 FOTO: D.R.
A Câmara de Aveiro deliberou esta quinta-feira adjudicar a concessão do Mercado José Estevão, conhecido como "Mercado do Peixe", que servirá para o setor da restauração, terminando a venda de pescado no local.

A concessão é feita por dez anos, com uma renda mensal de 12.617,89 euros acrescidos do IVA e, conforme refere a autarquia em nota de imprensa, "a funcionalidade de venda de peixe, que ainda está em operação no Mercado José Estêvão, será integrada como um novo serviço no Mercado Manuel Firmino".

"A Câmara Municipal de Aveiro pretende que este espaço assuma uma nova dimensão na prestação de serviços gastronómicos e culturais, mantendo o propósito da exploração do setor da restauração e dando ao seu rés-do-chão uma ambiência de esplanada coberta, integrada numa única operação de gestão", justifica o executivo municipal.

Quanto à transferência das bancas de venda de peixe, a autarquia diz que, dessa forma, se centraliza a venda de produtos frescos num único local e num espaço central da cidade de Aveiro, "com mais e melhores opções de gestão do fluxo de clientes e de circulação e estacionamento automóvel".

Refira-se que a decisão de concessionar o rés-do-chão da "praça do peixe" (exemplar da arquitetura em ferro datado de 1904), foi criticada pelo PCP, que discordou da transferência dos vendedores para o Mercado Manuel Firmino, apesar de já alguns anos o Mercado José Estêvão dispor de um restaurante no piso superior, cuja concessão terminava em novembro.

Ver comentários