Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Ventura afirma que 'chumbo' da proposta orçamental dita "morte" de Governo e da geringonça

Deputado do Chega considera que documento "tira de um lado e vai buscar ao outro".
Lusa 27 de Outubro de 2021 às 17:13
André Ventura, líder do Chega
André Ventura, líder do Chega FOTO: TIAGO PETINGA/LUSA
O deputado único do Chega, André Ventura, defendeu esta quarta-feira que a proposta orçamental "tira de um lado e vai buscar ao outro" e considerou que o seu chumbo irá ditar a morte do Governo e da atual maioria parlamentar.

No encerramento do debate de apreciação, na generalidade, da proposta de lei do Governo para o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), André Ventura alegou que a "grande maioria de esquerda" gerou "o maior empobrecimento que alguma vez Portugal tinha visto nos últimos anos".

Segundo o deputado único do Chega, a proposta de Orçamento do Estado não dá respostas nem na área da cultura, da educação, ou do combate à corrupção, referindo-se designadamente às críticas feitas pelo diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), Albano Pinto, que afirmou que o seu departamento está sem meios.

Ver comentários