Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Vladimiro Feliz quer trabalhar com os portuenses para um "Porto de futuro"

Cabeça-de-lista do PSD à Câmara do Porto advertiu que as metas de Rui Moreira são de "cortar fitas".
Lusa 24 de Setembro de 2021 às 20:27
Vladimiro Feliz (centro), candidato do PSD à câmara municipal do Porto nas eleições autárquicas
Vladimiro Feliz (centro), candidato do PSD à câmara municipal do Porto nas eleições autárquicas FOTO: ESTELA SILVA/LUSA
O cabeça-de-lista do PSD à Câmara do Porto, Vladimiro Feliz, pediu esta sexta-feira um voto de confiança aos portuenses para mudar o Porto, lembrando ter "provas dadas" como vice-presidente e vereador no executivo municipal.

No último dia de campanha, e durante uma arruada pelo Bonfim, no Porto, o social-democrata assumiu querer trabalhar com os portuenses para um "Porto de futuro" e não para um "Porto que marque passo" como tem sido a cidade nos últimos oito anos, sob a governação do independente Rui Moreira, novamente candidato à presidência da câmara.

"Portanto, quem quiser futuro tem-nos a nós, quem quiser ficar agarrado ao passado tem Rui Moreira", afirmou.

Acusando Moreira de uma "enorme falta de capacidade de concretização", Vladimiro Feliz sublinhou que o independente está "focado na sua personalidade e não na cidade".

Sobre o facto de dizerem que é pouco conhecido, o candidato do PSD à presidência da autarquia referiu que "é mais de fazer do que aparecer".

Já por seu lado, acrescentou, Rui Moreira procura mais visibilidade.

"O que eu peço é um voto de confiança, tenho provas dadas na cidade dado ter estado oito anos enquanto vereador e vice-presidente deixando uma cidade totalmente diferente da atual", sustentou.

Dizendo "notar algum nervosismo" por parte da candidatura do independente Rui Moreira, Vladimiro Feliz acredita que no próximo domingo, dia em que se realizam as eleições autárquicas, o Porto vai querer mudar de rumo.

"E só pode mudar com a marca do PSD, uma marca que nasce também no Porto e uma marca que transformou Portugal ao longo dos tempos e, portanto, estamos muito confiantes naquilo que é o nosso futuro", frisou.

O social-democrata advertiu que as metas de Rui Moreira para os próximos quatro anos são de "cortar fitas", já o PSD tem metas a 100 dias, a dois anos, a quatro anos, a oito anos, a 12 anos e metas para a neutralidade carbónica até 2050.

O social-democrata assumiu que tem sentido "muita energia positiva" nas ruas e uma "enorme vontade de mudar".

Concorrem à presidência da Câmara do Porto nas eleições autárquicas de domingo Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" -- apoiado por IL, CDS, Nós Cidadãos, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Ver comentários