Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Prior Velho quer recuperar clube com décadas de história

Cerca de 40 crianças já vestem a camisola do FC Prior Velho.
Cláudia Machado 25 de Fevereiro de 2016 às 06:00
Nuno e Tiago Eloy, irmãos, desempenham os cargos de presidente e vice-presidente do clube e prometem não desistir
Nuno e Tiago Eloy, irmãos, desempenham os cargos de presidente e vice-presidente do clube e prometem não desistir FOTO: Bruno Colaço
O Futebol Clube Prior Velho animou durante décadas a dinâmica desportiva desta freguesia de Loures, mas conta nos seus 59 anos de história com vários percalços. Durante 11 anos esteve inativo. Uma dolorosa realidade para aqueles que antes vestiram com orgulho a camisola. Por isso, desde 2013 lutam por recuperar a glória da equipa e dar alento a cerca de 40 jovens, que treinam agora futebol num ringue em cimento.

Nuno Eloy jogou no FC Prior Velho durante três anos, antes de o clube encerrar a atividade, em 2002. Nunca aceitou o fim e, com a ajuda da família e amigos, criou um movimento para tentar perceber como estaria o clube. A 31 de julho de 2013, constituiu-se a direção, foi designado presidente, e as más notícias começaram a chegar. "Passados dois dias recebemos uma carta das Finanças que nos dava 15 dias para pagar uma dívida de 290 euros", recorda. Puseram mãos à obra, venderam "sucata", juntaram o suficiente para saldar as contas e ainda lhes sobraram "23 cêntimos".

Superado o primeiro problema, depressa se viu confrontada com um novo desafio: a recuperação do campo de futebol. "Pintámos o campo, recuperámos os balneários e limpámos o espaço, mas chegámos a um ponto em que andávamos a trabalhar para nada porque faltava a resposta da Câmara de Loures sobre o resto das obras", explica Nuno Eloy. Ao longo dos anos, "foi tudo furtado, desde a canalização aos fios elétricos, às portas e janelas". Um desafio a que não cruzam os braços: "ninguém da direção se nega a trabalhar e a assentar tijolo, se for preciso", remata Nuno Eloy.

Ao CM, a Câmara de Loures explica que a recuperação do campo custaria "mais de 285 mil euros, valor que não tem condições de suportar", mas diz ter "toda a disponibilidade" para apoiar o clube.
Futebol Clube Prior Velho Loures Nuno Eloy FC Prior Velho Câmara de Loures futebol
Ver comentários