Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Engraxador de sapatos na corrida à presidência de Tavira

Jorge Botelho tenta o terceiro mandato consecutivo nas eleições de dia 1 de outubro.
Tiago Griff 13 de Setembro de 2017 às 08:27
Jorge Botelho procura terceiro mandato pelo PS
Elsa Cordeiro, do PSD
José Manuel do Carmo, do BE
João Carvalho, do CDS
Miguel Cunha, da CDU
Carlos Nunes, do Nós
Tavira
Jorge Botelho procura terceiro mandato pelo PS
Elsa Cordeiro, do PSD
José Manuel do Carmo, do BE
João Carvalho, do CDS
Miguel Cunha, da CDU
Carlos Nunes, do Nós
Tavira
Jorge Botelho procura terceiro mandato pelo PS
Elsa Cordeiro, do PSD
José Manuel do Carmo, do BE
João Carvalho, do CDS
Miguel Cunha, da CDU
Carlos Nunes, do Nós
Tavira
O autarca socialista Jorge Botelho quer garantir o terceiro mandato consecutivo como presidente da Câmara Municipal de Tavira nas próximas eleições autárquicas, mas vai ter a concorrência de mais cinco candidatos: Elsa Cordeiro (PSD), José Manuel do Carmo (BE), João Carvalho (CDS-PP), Miguel Cunha (CDU) e Carlos Nunes (Nós Cidadãos).

Sob o lema ‘Todos Somos Tavira’, Jorge Botelho, 49 anos, licenciado em Direito, tem como objetivos "manter a sustentabilidade das contas municipais ao reduzir alguns impostos", continuar com os "apoios sociais aos clubes, associações e apoiar as escolas" e "fazer a reabilitação do Cine-Teatro António Pinheiro, uma nova ponte sobre o rio Gilão e um porto de pesca em Tavira".

Já a social democrata Elsa Cordeiro, gerente bancária de 49 anos, realça os projetos da "construção do novo quartel de bombeiros", "reabilitação e requalificação do Mercado Municipal" e "reivindicar junto do Governo novos acordos de transferência de competências na saúde de forma a que o centro de saúde esteja aberto 24h.

Carlos Nunes, 45 anos, engraxador de sapatos de profissão, tem como o principal objetivo do programa eleitoral "defender as causas das pessoas", como "a habitação social, mais limpeza das ruas, casas de banho públicas e combater o excesso de parquímetros na baixa da cidade".

O professor aposentado José Manuel do Carmo (BE) quer valorizar "o rico património histórico e arqueológico", a criação de uma "casa de cultura" e resolver "o trânsito caótico na cidade".

Estão ainda na corrida Miguel Cunha (CDU) e João Carvalho (CDS-PP).
Ver comentários