Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Festa Grande da Mãe Soberana marca Dia da Mãe em Loulé

Este ano, a maior celebração religiosa a sul de Fátima é a 5 de maio, Dia da Mãe.
João Mira Godinho 30 de Abril de 2019 às 08:36
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé
É considerada a maior celebração religiosa a sul de Fátima e, este ano, por coincidência, é a 5 de maio, Dia da Mãe.

A Festa Grande da Mãe Soberana, em Loulé, promete voltar a atrair milhares de pessoas, em particular, durante a subida do íngreme cerro, que leva a imagem da Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Loulé, de regresso a casa.

O cenário é já conhecido e repete-se todos os anos. Ladeados e incentivados pelo público, os oito ‘homens do andor’ transportam a santa, em ritmo acelerado, acompanhados por música - este ano, mais uma vez, interpretada pela Banda Filarmónica Artistas de Minerva - até ao altar da Nossa Senhora da Piedade.

Mas a subida do cerro apenas começa às 18h00. Antes, e ao longo de todo o domingo, há cerimónias religiosas - incluindo uma missa campal, às 16h00, junto ao monumento Eng.º Duarte Pacheco - e a imagem da santa vai percorrer as ruas de Loulé em procissão.

As festividades terminam, pelas 23h00, com um espetáculo de fogo de artifício junto à Ermida da Nossa Senhora da Piedade.

Ainda no programa de celebrações, quarta-feira, às 21h00, decorre o Tríduo Solene, subordinado ao tema ‘Maria, Mãe Missionária’, que terá como pregador o bispo emérito do Funchal, D. António Carrilho, e a interpretação de Cânticos Marianos por Teresa Salgueiro, ex-vocalista dos Madredeus.

No sábado, às 21h00, o Clube Hípico de Loulé fará um desfile e, no largo de S. Francisco, prestará homenagem à Nossa Senhora.

A Festa da Mãe Soberana remonta ao século XVI e é atualmente um dos principais eventos do Algarve de turismo religioso.
Ver comentários