Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Gaia investe 3,7 milhões de euros para mudar urbanização de Vila d’Este

Câmara vota financiamento parcial para empreitada que inclui novos acessos e a requalificação do espaço público.
Manuel Jorge Bento 13 de Janeiro de 2019 às 10:12
Urbanização de Vila d’Este vai ser reabilitada e os moradores poderão contar com uma estação de metro em 2023
Notas
Dinheiro
Urbanização de Vila d’Este vai ser reabilitada e os moradores poderão contar com uma estação de metro em 2023
Notas
Dinheiro
Urbanização de Vila d’Este vai ser reabilitada e os moradores poderão contar com uma estação de metro em 2023
Notas
Dinheiro
Novos acessos rodoviários, prolongamento de ruas sem saída e requalificação de passeios são algumas das intervenções que o município de Vila Nova de Gaia pretende realizar numa operação de reabilitação do espaço público da urbanização de Vila d’Este, em Vilar de Andorinho. A empreitada tem um custo de 3,68 milhões de euros. A câmara vota amanhã o contrato de financiamento parcial de 657 mil euros.

Retirar a urbanização do atual isolamento é o objetivo da revisão dos acessos, que vai passar pela integração do sistema viário interno do bairro na rede de estradas concelhias. O município pretende ainda acabar com os guetos e os becos sem saída ali existentes, além de reorganizar os circuitos rodoviários e os espaços de estacionamento. O projeto inclui igualmente a repavimentação dos passeios e requalificação do chamado mobiliário urbano - bancos e papeleiras, entre outros.

Os edifícios daquela urbanização foram requalificados, nos últimos anos. Vila d’Este inclui 2085 habitações, 109 edifícios e 76 espaços comerciais. Ali residem cerca de 17 mil pessoas.

Além do investimento no sistema viário, a urbanização deverá passar a ser servida pela Linha Amarela do Metro do Porto, a partir de 2023. A expansão a partir de Santo Ovídio implica a construção de outras duas estações - Manuel Leão e Hospital Santos Silva -, permitindo resgatar o bairro do isolamento a que está ainda votado este domingo.

A intervenção de 3,7 milhões de euros em Vila d’Este conta com apoio comunitário do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O financiamento vai ser agora discutido em reunião de câmara.
Ver comentários