Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Hospital com vista para o Tejo custa 170 milhões de euros

CUF Tejo está organizado em 14 centros clínicos “para garantir uma resposta completa”.
Edgar Nascimento 29 de Setembro de 2020 às 08:46
Unidade em Alcântara tem seis pisos acima do solo e quatro subterrâneos
Edifício à beira Tejo tem 213 camas de internamento geral: 71 quartos duplos e 71 individuais
Hospital de Dia Oncológico é uma das apostas do grupo CUF
Unidade em Alcântara tem seis pisos acima do solo e quatro subterrâneos
Edifício à beira Tejo tem 213 camas de internamento geral: 71 quartos duplos e 71 individuais
Hospital de Dia Oncológico é uma das apostas do grupo CUF
Unidade em Alcântara tem seis pisos acima do solo e quatro subterrâneos
Edifício à beira Tejo tem 213 camas de internamento geral: 71 quartos duplos e 71 individuais
Hospital de Dia Oncológico é uma das apostas do grupo CUF
Ao fim de 75 anos, o Hospital CUF Infante Santo vai ser substituído por uma nova unidade do grupo CUF, alguns metros mais abaixo. O Hospital CUF Tejo abriu ontem, num investimento de 170 milhões de euros, com vista privilegiada para o rio, e onde deverão ser realizadas por ano 465 mil consultas de especialidade e 23 mil cirurgias.

A nova unidade privada da cidade de Lisboa, situada em Alcântara, vai dar emprego a 1700 profissionais. Tem 10 salas de bloco operatório, 213 camas de internamento geral (71 quartos duplos e 71 individuais), 14 camas de Cuidados Intensivos e 178 gabinetes de consulta e exames. Ontem abriram as áreas de ambulatório (consultas e exames, incluindo análises clínicas e imagiologia, bem como o hospital de dia oncológico).

Até ao final do ano serão abertas as restantes áreas, como o internamento, o bloco operatório, a Unidade de Cuidados Intensivos, os exames especiais e o atendimento permanente (urgência) de adultos. A unidade vai contar também com atendimento pediátrico não programado.

O grupo CUF prevê realizar 80 mil episódios de atendimento permanente/ano e 80 mil diárias (internamento). "O CUF Tejo é o primeiro hospital português totalmente centrado no doente, estando organizado em torno de 14 Centros Clínicos para garantir uma resposta personalizada, integrada e completa", refere em comunicado.

O hospital tem 10 pisos (quatro são subterrâneos) e uma área superior a 75 000 metros quadrados, com estacionamento com 800 lugares. Substitui o CUF Infante Santo, inaugurado em 1945 para servir os colaboradores e familiares do Grupo CUF.
Ver comentários