Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Peixe rende 37 milhões de euros em 9 meses no Algarve

Pescadores capturaram, entre janeiro e setembro, mais de 10 mil toneladas de peixe.
José Carlos Eusébio 2 de Novembro de 2020 às 08:52
Lota de Olhão é a mais importante da região. Foram vendidas  5 mil toneladas de peixe durante os primeiros nove meses
Lota de Olhão é a mais importante da região. Foram vendidas 5 mil toneladas de peixe durante os primeiros nove meses FOTO: Direitos Reservados
O pescado vendido nas lotas algarvias entre janeiro e setembro deste ano rendeu mais de 37 milhões de euros. A lota de Olhão assumiu um papel de destaque, tendo sido aí transacionado cerca de metade do peixe desembarcado pelos pescadores da região.

Segundo dados da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), foram comercializadas um total de 10486 toneladas nas lotas algarvias. Olhão foi responsável por mais de 5 mil toneladas, sendo seguida por Portimão (2,9 mil), Lagos (quase 1,5 mil), Vila Real de Santo António (764) e Tavira (197).

No que se refere a valor, Olhão voltou a destacar-se nos primeiros nove meses deste ano, com 14,4 milhões de euros, enquanto Vila Real de Santo António - onde é transacionado sobretudo marisco - arrecadou 8,9 milhões de euros.

No que se refere às restantes lotas algarvias, Portimão alcançou uma receita de 6,4 milhões de euros, Lagos de mais de 6 milhões e Tavira de 1,2 milhões.

O preço médio por quilo de peixe vendido em lota foi mais elevado em Vila Real de Santo António, com 11,67 euros, devido ao tipo de pescado que é aí transacionado. Tavira (onde a espécie mais vendida é polvo) surgiu na posição seguinte, com 6,30 €, enquanto em Lagos o valor foi de 4,05 €, em Olhão de 2,86 € e em Portimão de 2,18 €.

Só no mês passado, os pescadores algarvios capturam mais de duas mil toneladas de peixe, que rendeu nas lotas uma receita de 4,5 milhões de euros. Destaque para o valor médio por quilo que foi obtido na lota de Vila Real de Santo António, que atingiu mais de 15 euros. Olhão manteve-se como a lota com maior quantidade vendida.
Ver comentários