Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Rendas até 450 euros para atrair jovens a Lisboa

Projeto vai abranger 15 áreas que incluem Restelo, Ajuda, Benfica, Arroios e Vale de Santo António.
Teresa Camarão 7 de Abril de 2016 às 08:15
Tecto nos rendimentos até 40 mil euros por ano
Tecto nos rendimentos até 40 mil euros por ano FOTO: iStockphoto
Arranca este ano o Programa Renda Acessível, em Lisboa, que prevê a reabilitação e construção de cinco a sete mil fogos, arrendados por valores entre os 250 e os 450 euros por mês. O objetivo da autarquia é voltar a proporcionar condições para que os jovens consigam viver na capital.

O anúncio foi feito por Fernando Medina, que esclareceu, nos Paços do Concelho, que o projeto – que contará com um investimento privado na ordem dos 681 milhões de euros – tem os jovens como "destinatário primeiro" mas não único. O projeto destina-se a "um vasto segmento de pessoas" da classe média, nomeadamente as que auferem rendimentos entre os 7500 e os 40 mil euros por ano.

De resto, esta é uma das condições de elegibilidade a um dos apartamentos de tipologia T0 a T2, cujas candidaturas serão analisadas "caso a caso" e só depois das construtoras obterem a luz verde da autarquia para iniciar as obras, dado que o programa depende da iniciativa privada. O município disponibiliza os terrenos e os edifícios, ficando os privados com os encargos das obras e a gestão das rendas durante 35 anos. No fim do prazo os imóveis revertem, a custo zero, para o município.


No total, são 15 as zonas a intervencionar, que vão desde Benfica ao Restelo, passando pelo Vale de Santo António, Lumiar, Bairro da Flamenga, Ajuda ou Arroios.
Ver comentários