Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Um banho no mar para tirar o Diabo do corpo

Povo acredita que o mergulho nas águas frias protege do Diabo, da gaguez e da epilepsia.
Secundino Cunha 24 de Agosto de 2016 às 08:38
“Banho santo”, na praia de S. Bartolomeu do Mar, é um acontecimento que atrai milhares de pessoas a Esposende
“Banho santo”, na praia de S. Bartolomeu do Mar, é um acontecimento que atrai milhares de pessoas a Esposende FOTO: Nacho Doce / Reuters
Na paróquia de Mar, cujo orago é o apóstolo e mártir S. Bartolomeu, o dia é de preces, a Deus e aos santos, para que livre os crentes do Diabo e de muitas espécies de males, como o medo, a gaguez ou a epilepsia.

É uma tradição religiosa que remonta ao séc. XVI. Reza a lenda que no dia 24 de agosto o "Diabo anda à solta". S. Bartolomeu é o guardião do Diabo. Só que, neste dia, o santo vai na procissão e "liberta o bicho", que fica à solta.

O ritual consiste no seguinte: os pais dirigem-se à igreja com a criança, que deve levar um frango preto nos braços. Antes de entrar, dão três voltas à igreja. Depois, segue-se a oferta, após a qual colocam a imagem do S. Bartolomeu na cabeça.
Nos dias de hoje, os romeiros não levam o frango preto. Mas há, junto à igreja, quem alugue, por 7,5 euros, o dito frango, para que o autor da promessa dê as três voltas ao templo.

Depois de cumprida a promessa, a família parte para a praia, onde terá lugar o banho santo. A criança é, então, agarrada pelo banheiro, que por norma é um sargaceiro, e mergulhada assim na água fria.

O "banho santo" consiste em imersões que se devem fazer em número ímpar de ondas, 3, 5, 7 ou 9. A imersão deve começar pela cabeça e é o banheiro que enxuga a criança antes de a entregar aos pais. Após este banho, acompanhado quase sempre por um choro contínuo, a criança estará liberta, na alma e no corpo, dos mais diversos males da infância.

Quando a família trazia o frango de casa, cozinhava-o e comia-o nas dunas no próprio dia da festa. Hoje, é tudo igual menos a parte gastronómica.
S. Bartolomeu religião banho mar
Ver comentários