Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Vandalismo destrói equipamentos públicos

Situação será de delinquência juvenil, mas autores ainda não estão identificados.
António Lúcio 10 de Janeiro de 2017 às 08:37
Baloiços da escola foram alvo de vandalismo
Baloiços da escola foram alvo de vandalismo FOTO: Direitos Reservados
O Centro de Artes e o Parque Desportivo na Escola dos Eucaliptos, ambos no concelho de Aljustrel, foram vandalizados no final da semana passada por desconhecidos. Entre os estragos estão os vidros que foram partidos, os equipamentos de lazer revirados e o pavimento arrancado.

De acordo com a autarquia alentejana, estes não foram atos isolados, visto que outros locais públicos na mesma localidade foram vandalizados nos últimos tempos.

A Câmara de Aljustrel já veio esclarecer publicamente que "vandalizar ou destruir propriedade pública não é inteligente" e que aguarda desenvolvimentos da investigação das autoridades a estas situações que estão a prejudicar a população. A autarquia utilizou também as redes sociais para divulgar as fotografias dos atos de vandalismo, cujos autores são ainda desconhecidos, mas que apontam para delinquência juvenil.

"É com muita indignação que nos deparamos cada vez mais com o desprezo e, ao mesmo tempo, ataque àquilo que é de todos nós. Entendemos que, ao publicar estas imagens, servirá para ganhar uma maior consciencialização por parte das pessoas em geral e que, efetivamente, todos nós possamos, de alguma forma, estar vigilantes para condenar este tipo de postura, que é de todo reprovável", explicou ao CM Nélson Brito, presidente da Câmara de Aljustrel.

O autarca, além de não esconder a sua indignação por estes atos, deixou também um apelo à população: "Todos juntos, vamos respeitar e fazer respeitar o que é nosso, porque, se nós não o fizermos, ninguém o fará por nós", frisou.
Centro de Artes Parque Desportivo Escola dos Eucaliptos Aljustrel Câmara de Aljustrel Nélson Brito política
Ver comentários