Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Condenado a 12 anos de prisão homem que matou rival a tiro e fugiu para França

Arguido tem ainda que pagar 141 mil euros de indemnização a mãe da vítima.
Fátima Vilaça 9 de Dezembro de 2020 às 15:14
Local onde Valdemar Silva matou um homem a tiro de caçadeira
Local onde Valdemar Silva matou um homem a tiro de caçadeira FOTO: Eduardo Martins
O tribunal de Viana do Castelo condenou esta quarta-feira a 12 anos de prisão, o homem que em janeiro de 2013 matou a tiro um rival, após um episódio de agressões no centro da cidade. Após o crime fugiu para França onde esteve até julho passado, quando foi detido pela polícia judiciária de Braga.

O arguido, que estava Ainda acusado de ofensas à integridade física física a um irmão da vítima mortal, foi absolvido deste crime.

Valdemar Silva, de 36 anos, que está em prisão preventiva desde que foi capturado prla PJ em França, ao abrigo de um mandado de detenção europeu, não esteve presente na leitura do acórdão. O advogado de Nonó, alcunha pela qual é conhecido o arguido, alegava legítima defesa, no entanto, o tribunal entendeu que não se verificaram os pressupostos da legítima defesa, condenando Valdemar Silva por um crime de homicídio simples.

O arguido tem ainda que pagar 141 mil euros de indemnização a mãe da vítima.
Viana do Castelo Valdemar Silva França Braga crime lei e justiça punição / sentença
Ver comentários