Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Ministério Público pede 8 a 16 anos de cadeia para arguidos no caso da morte de Ihor no Aeroporto de Lisboa

Cidadão ucraniano foi algemado e agredido nas instalações do SEF no aeroporto de Lisboa.
Débora Carvalho 12 de Abril de 2021 às 11:22
A carregar o vídeo ...
Ministério Público pede 8 a 16 anos de cadeia para arguidos no caso da morte de Ihor no Aeroporto de Lisboa
A procuradora Leonor Machado pediu esta segunda-feira 12 a 16 de cadeia por ofensas à integridade física graves para Luís Silva e Duarte Laja no caso da morte de Ihor Homeniuk, o cidadão ucraniano que morreu às mãos do SEF no Aeroporto de Lisboa. Para Bruno Sousa o MP pede uma pena nunca inferior a oito anos uma vez que este arguido agiu por influência dos colegas mais experientes, justificou a procuradora. 

O Ministério Público deixou ainda cair as acusações de homicídio qualificado de que estavam acusados os arguidos. Dois dos arguidos respondem ainda por posse de arma ilegal (bastão).

Ihor Homeniyk foi algemado e agredido nas instalações do SEF no aeroporto de Lisboa, em março de 2020, vindo a morrer alegadamente por asfixia lenta devido à fratura de várias costelas.
Leonor Machado Luís Silva Duarte Laja Bruno Sousa Ihor Homeniuk Aeroporto de Lisboa questões sociais
Ver comentários