Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Atropelamento mata peregrino na berma em Oliveira de Azeméis

Pedro Vieira, de 37 anos, deixa mulher e uma filha menor.
Paulo Jorge Duarte e Ágata Rodrigues 16 de Agosto de 2020 às 01:30
Pedro Vieira era técnico de farmácia, tinha 37 anos e deixa mulher e filha
Bombeiros e equipa médica tentaram manobras de reanimação, mas já nada foi possível fazer para salvar a vítima
Pedro Vieira era técnico de farmácia, tinha 37 anos e deixa mulher e filha
Pedro Vieira era técnico de farmácia, tinha 37 anos e deixa mulher e filha
Bombeiros e equipa médica tentaram manobras de reanimação, mas já nada foi possível fazer para salvar a vítima
Pedro Vieira era técnico de farmácia, tinha 37 anos e deixa mulher e filha
Pedro Vieira era técnico de farmácia, tinha 37 anos e deixa mulher e filha
Bombeiros e equipa médica tentaram manobras de reanimação, mas já nada foi possível fazer para salvar a vítima
Pedro Vieira era técnico de farmácia, tinha 37 anos e deixa mulher e filha
A peregrinação de Pedro Vieira à Nossa Senhora da Saúde, em Vale de Cambra, terminou em tragédia. O homem, de 37 anos, morreu atropelado por um carro, ontem de manhã, quando seguia na berma da EN227, em Carregosa, Oliveira de Azeméis.

Tudo aconteceu pelas 07h30, quando o condutor, de 44 anos, terá perdido o controlo da viatura e acabou por colher a vítima, que estava equipada com um colete refletor. O automobilista sofreu ferimentos considerados ligeiros e foi assistido e transportado pelos Bombeiros de Fajões para o Hospital de Santa Maria da Feira. 


Pedro Vieira, natural de S. João da Madeira, era técnico de farmácia na farmácia Estação, na cidade. Era, também por isso, muito conhecido entre a população sanjoanense. Deixa mulher e uma filha de 15 anos.

A equipa médica da VMER da Feira, apoiada pelos bombeiros, ainda iniciou as manobras de reanimação. No entanto, o peregrino não resistiu à gravidade dos ferimentos e o óbito foi declarado no local do embate.

O Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) da GNR de Aveiro foi mobilizado e realizou perícias para apuramento de todas as circunstâncias em que o despiste do automóvel ocorreu.

O corpo de Pedro Vieira foi levado, também pela corporação de Fajões, para o gabinete de Medicina Legal da Feira, para ser autopsiado. O trânsito na nacional 227 esteve condicionado durante cerca de duas horas.
Ver comentários