Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Bombeira de Vila Nova de Milfontes morre aos 37 anos vinte dias após ter sido mãe

Rosa Guerreiro foi vítima de um AVC hemorrágico.
Sérgio A. Vitorino 14 de Junho de 2021 às 01:30
Rosa Guerreiro tinha 37 anos
Rosa Guerreiro tinha 37 anos FOTO: Direitos Reservados
Rosa Guerreiro, de 37 anos, bombeira da corporação de Vila Nova de Milfontes, morreu sexta-feira vítima de um AVC hemorrágico. O funeral realizou-se este domingo em Odemira.

A mulher tinha cumprido há 20 dias o sonho de ser mãe, lamentou nas redes sociais um seu antigo comandante. A morte repentina e prematura levou a notas de pesar de corporações de todo o País.

Rosa Guerreiro - casada com um bombeiro - fez parte da formação em Aljustrel e foi bombeira em Odemira, onde é recordada como “alegre, divertida e de sorriso fácil”.

Vila Nova de Milfontes Odemira Rosa Guerreiro AVC questões sociais morte acidentes e desastres
Ver comentários