Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Subchefe dos bombeiros de Óbidos morre em fogo nas Caldas da Rainha

Carlos Antunes, de 52 anos, ainda foi assistido pelos colegas mas não resistiu.
João Carlos Rodrigues e Mário Freire 17 de Agosto de 2022 às 16:04
Carlos Antunes
Incêndio nas Caldas da Rainha
Carlos Antunes
Incêndio nas Caldas da Rainha
Carlos Antunes
Incêndio nas Caldas da Rainha

Um bombeiro com 52 anos morreu na tarde desta quarta-feira durante o combate às chamas na zona de Landal, nas Caldas da Rainha, que deflagrou às 13h45.

O operacional, dos voluntários de Óbidos, terá sofrido uma doença súbita, alegadamente um ataque cardíaco. O homem de 52 anos era o condutor da viatura florestal de combate aos incêndios e foi um dos primeiros opercaionais a chegar ao local.

Ainda foi assistido por colegas mas não resistiu e o óbito foi declarado, confirmou ao CM fonte oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Pelas 16h50 estavam envolvidos mais de 200 operacionais e oito meios aéreos no combate a este incêndio florestal que já se alastrou para Rio Maior, em Santarém.

O Governo já emitiu uma nota de pesar onde afirma que recebeu com "muita tristeza a notícia da morte do bombeiro Carlos Antunes".

Landal Óbidos Caldas da Rainha acidentes e desastres política autoridades locais incêndios
Ver comentários