Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Cantar os parabéns acaba em homicídio de homem de 31 anos

Jovem de 22 anos foi condenado a 12 anos de prisão por matar outro, de 31, à facada em Albufeira.
Ana Palma 21 de Novembro de 2019 às 09:46
A carregar o vídeo ...
Homem condenado a 12 anos
Um jovem de 22 anos, Michel Tavares Vaz, foi condenado, esta quarta-feira à tarde, no Tribunal de Portimão, à pena de 12 anos de prisão pelo homicídio de Helder Moreira Semedo, de 31, num bar na zona de Montechoro, em Albufeira, na madrugada do dia 9 de dezembro do ano passado. O tribunal deu como provado que o crime aconteceu na sequência de uma discussão entre o arguido e a vítima "por causa de cantar os parabéns a uma amiga".

Michel Vaz, que estava acusado de homicídio qualificado, acabou, contudo, por ser condenado por homicídio simples, uma vez que o coletivo de juízes entendeu não ter havido premeditação no crime.

Michel Vaz desferiu dois golpes com um canivete, que tinha na sua posse, no ofendido: um atingiu a vítima no tórax e outro no flanco, ambos na zona lombar. Desta forma, segundo o tribunal, "causou duas feridas inciso contusas" que foram causa direta da morte de Helder, a qual foi declarada pelas 07h32 do mesmo dia, no Hospital de Faro, para onde aquele foi transportado. Contudo, tal como o CM noticiou, quando a vítima foi assistida no local pelos meios de socorro, já estava em paragem cardiorrespiratória.

Quando cometeu o crime, o homicida tinha apenas 21 anos. Fugiu por uma porta lateral do estabelecimento noturno. O jovem acabou por se apresentar à Polícia Judiciária no dia 12 de dezembro e encontra-se em situação de prisão preventiva desde essa altura.
Ver comentários