Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Ciclista morre em prova olímpica de BTT em Leiria

Sofreu uma queda e entrou em paragem cardiorrespiratória.
Isabel Jordão 24 de Maio de 2021 às 08:35
A carregar o vídeo ...
Sofreu uma queda e entrou em paragem cardiorrespiratória.
Um atleta da equipa de ciclismo amador Figueiras BTT, de Lousada, morreu este domingo quando participava numa prova da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO), que se disputava na primeira pista fixa de BTT em Portugal, na Aldeia do Desporto, em Marrazes, Leiria.

João Silva, de 62 anos, estava a transpor um obstáculo, designado por ‘pump track’, perto da reta da meta, quando sofreu uma queda e entrou em paragem cardiorrespiratória.

Os Bombeiros Voluntários de Leiria, que dispunham de um posto médico avançado no circuito, agiram de imediato e encontraram a vítima “reativa e não consciente”, disse o comandante, Miguel Novais, ao CM, adiantando que o atleta foi imobilizado e iniciadas de imediato manobras de reanimação até a morte vir a ser confirmada por uma equipa médica do INEM, já depois de o atleta ser retirado da pista de obstáculos.

“O tipo de queda que ocorreu é uma das múltiplas que acontecem a nível nacional e internacional, este obstáculo é dos mais fáceis de transpor e nada fazia prever o desfecho”, disse ao CM Álvaro Batista, diretor da prova, lamentando a morte de João Silva, que era um atleta “muito experiente e premiado”.

Quando a queda ocorreu, a organização desviou os outros atletas para um percurso alternativo, permitindo que a prova continuasse ao longo do dia. O evento contou com a participação de 600 atletas de 60 equipas - portuguesas, espanholas e francesas - e a vitória foi conquistada por Mário Costa.
Leiria Marrazes Lousada Figueiras XCO Portugal Aldeia do Desporto João Silva desporto ciclismo triatlo
Ver comentários