Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Circulação na Linha da Beira Alta "será retomada durante a madrugada", revela Infraestruturas de Portugal

Interrupção da circulação é entre as estações de Santa Comba Dão e Carregal do Sal.
Lusa 30 de Outubro de 2021 às 20:19
Linha de comboio
Linha de comboio
A circulação ferroviária na Linha da Beira Alta, que foi interrompida devido à queda de uma árvore de grande porte, "será retomada durante a madrugada", disse hoje à Lusa fonte oficial das Infraestruturas de Portugal (IP).

A queda da árvore, provocada pelo mau tempo, ocorreu às 15:17 e, "desde essa hora que a circulação na Linha da Beira Alta foi interrompida, estando a ser preparados os trabalhos de remoção", disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

Em declarações à Lusa, fonte oficial da IP adiantou que a queda da árvore provocou "danos extensos na catenária", pelo que a sua reparação ainda vai demorar.

A circulação na linha da Beira Alta "será retomada durante a madrugada", adiantou a mesma fonte.

Fonte oficial da CP, por seu lado, confirmou à Lusa que a interrupção da circulação é entre as estações de Santa Comba Dão e Carregal do Sal e este sábado afeta quatro comboios: dois intercidades e dois regionais.

A mesma fonte adiantou que caso a situação se prolongue, a CP vai tentar contratar autocarros para fazer o transbordo de passageiros entre estas estações.

No local estavam, às 17h00, operacionais dos bombeiros de Santa Comba Dão, no distrito de Viseu, apoiados por duas viaturas e uma patrulha da GNR.

A Linha da Beira Alta liga o entroncamento ferroviário da Pampilhosa (Linha do Norte), perto de Coimbra, à fronteira com Espanha, em Vilar Formoso, com percurso paralelo ao eixo do rio Mondego, sendo composta principalmente por via única, num comprimento total de cerca de 202 quilómetros.

Ver comentários