Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Condutor de 87 anos atravessa linha de comboio a 10km/h mas é abalroado por Intercidades

Idoso não viu nem ouviu comboio. Foi arrastado 397 metros e teve morte imediata.
João Carlos Rodrigues 3 de Outubro de 2022 às 09:03
A carregar o vídeo ...
Condutor de 87 anos atravessa linha de comboio a 10km/h mas é abalroado por Intercidades
Circulava a 10 km/h, mas atravessou a Linha do Alentejo com a carrinha que conduzia sem reparar no Intercidades que se aproximava a 119 km/h. O maquinista ainda “acionou o freio” e “atuou a buzina da automotora de forma persistente durante 11 segundos”, mas o embate foi inevitável. A carrinha foi arrastada 397 metros e o comboio, que fazia a ligação entre Beja e Évora descarrilou. O condutor, de 87 anos, teve morte imediata.

O acidente aconteceu a 22 de dezembro do ano passado, numa passagem de nível particular, e o relatório do Gabinete de Prevenção e Investigação a Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), agora divulgado revela que “não apurou as razões que levaram o veículo a não ter parado antes de entrar na passagem de nível, apesar dos insistentes avisos sonoros”.

Passagem de nível alterada para facilitar acesso

A passagem de nível onde ocorreu o acidente - próximo do Alvito -, numa propriedade privada atravessada pela Linha do Alentejo, foi “originalmente estabelecida conforme o exigido” – no caso, portões com batente superior, o que obrigava qualquer condutor a parar antes e depois para abrir e fechar. Para evitar isso, foi alterada, há mais de dez anos, passando a permitir a passagem de carros por uma ‘grade canadiana’, que impede apenas a passagem de gado .

pormenores

Descartada doença súbita
A vítima mortal tinha carta de condução válida e não foram detetados indícios de doença súbita. A taxa de alcoolemia era inferior ao limite legal e não foram detetadas drogas nem medicamentos na vítima.

Cão também morreu
Na carrinha Toyota Hilux seguia ainda o cão da vítima mortal, que também perdeu a vida no abalroamento ferroviário.
Intercidades Alentejo Linha Beja Évora acidentes e desastres
Ver comentários