Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Confessa compra de droga a cabecilha em Portimão

Dezoito arguidos respondem por tráfico de droga, posse de arma proibida e consumo.
Ana Palma 5 de Abril de 2019 às 09:14
Operação da GNR envolveu 104 militares e contou com a colaboração da PSP, em 11 buscas a casas e a duas viaturas
GNR
Detido foi transportado para as instalações da GNR
Operação da GNR envolveu 104 militares e contou com a colaboração da PSP, em 11 buscas a casas e a duas viaturas
GNR
Detido foi transportado para as instalações da GNR
Operação da GNR envolveu 104 militares e contou com a colaboração da PSP, em 11 buscas a casas e a duas viaturas
GNR
Detido foi transportado para as instalações da GNR
O início do julgamento de uma rede de tráfico de droga ficou esta quinta-feira marcado, no Tribunal de Portimão, pelas declarações de um dos 18 arguidos, que confirmou ter na sua habitação 29 gramas de haxixe que tinha adquirido ao alegado cabecilha do grupo - um homem de 28 anos, do Parchal, Lagoa, que se encontra atualmente em prisão preventiva.

O arguido, da Mexilhoeira da Carregação, também em Lagoa, que responde por consumo, confirmou que "tudo o que consta da Acusação é verdade" e afirmou que a droga era para "consumo individual".

Dos restantes 17 arguidos, apenas outro, de 58 anos, que está acusado de posse de arma proibida, falou ao Tribunal, para confirmar que os oito cartuchos que lhe foram apreendidos eram seus, pois "tinha sido caçador", mas já "nem sabia onde estava a cartucheira" encontrada pelas autoridades.

Dos 18 arguidos, 12 respondem por tráfico, um por posse de arma proibida e cinco por consumo. Além do alegado cabecilha, há um outro em prisão preventiva, de 50 anos, acusado de traficar droga, sobretudo em Portimão.

A rede, centrada nos concelhos de Lagoa e Portimão, foi desmantelada pelo Destacamento da GNR de Silves numa operação em que estiveram empenhados 104 militares, com o apoio da PSP.

Foram efetuadas 13 buscas - 11 domiciliárias e duas a viaturas, tendo a GNR apreendido cerca de 15 quilos de droga (canábis, haxixe e cocaína), suficiente para mais de 31 mil doses.
Ver comentários