Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Corta GNR na cara e ataca à dentada

Militares do posto da Lixa receberam tratamento hospitalar após desacatos num recinto de festas.
1 de Setembro de 2014 às 13:37
Patrulha da GNR foi atacada quando estava no recinto das festas das Vitórias
Patrulha da GNR foi atacada quando estava no recinto das festas das Vitórias FOTO: Eduardo Martins

Uma patrulha da GNR do posto da Lixa foi atacada à dentada, ontem de manhã, depois de ter sido chamada para o recinto das festas das Vitórias, naquela freguesia de Felgueiras, onde um homem de 23 anos estava a provocar desacatos. Um dos guardas sofreu um corte no rosto provocado pelo agressor, que estava munido de um vidro. Os dois militares foram transportados para o Hospital de Amarante e o suspeito das agressões acabou detido. Será hoje presente ao Tribunal de Felgueiras.

O alerta foi dado às 08h30, pouco tempo antes de começar um cortejo de flores que passava na rua.

De acordo com as autoridades, o suspeito estava alcoolizado e começou a saltar para cima de vários carros estacionados no recinto da festa. Foi advertido pela patrulha e foi-lhe pedido para deixar o local na companhia de uns amigos que estavam de carro. O jovem negou-se e acabou por reagir de forma violenta.

"Ele saltava em cima dos carros. Estava descontrolado. Um GNR até levou com a porta de um carro na cara", disse ao CM uma comerciante.

"Os dois militares foram ferrados e ficaram com escoriações no corpo. Um deles tinha um corte na face provocado por um vidro que, ao que tudo indica, seria de um automóvel", explicou o Comando-Geral da GNR.

Apesar de feridos, os guardas, ambos de 32 anos, conseguiram manietar o agressor e levá-lo para o posto. Depois contactaram os Bombeiros Voluntários da Lixa, que os levaram ao hospital, onde foram assistidos.

GNR agressão hospital Lixa Felgueiras
Ver comentários