Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Suspeito de violar e agredir mulheres em Torres Vedras tenta matar-se em cela do tribunal

Está indiciado pelos crimes de violação, tentativa de homicídio, rapto, roubo e coação contra duas vítimas.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) e Tânia Laranjo 20 de Agosto de 2021 às 08:28
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária FOTO: Pedro Catarino

A PJ anunciou esta sexta-feira a detenção de um homem de 32 anos, suspeito dos crimes de violação, tentativa de homicídio, rapto, roubo, coação na forma tentada, e condução de veículo automóvel sem habilitação legal.

Os crimes foram cometidos contra duas mulheres, ambas de 33 anos, em Torres Vedras. Os crimes ocorreram nos dias 4 e 13 de agosto, sublinhando a PJ em comunicado que foram "executados de forma extremamente violenta". O suspeito foi identificado e localizado após recolha de vestígios e realização de um retrato robô.

Segundo relatou ao CM José Matos, da secção de Investigação de Crimes Sexuais da PJ,  a primeira vitima, seguia, no dia 4 de agosto, numa zona em Torres Vedras habitualmente usada para caminhadas e jogging. "O suspeito ameaçou vítima com navalha, violou-a e depois perdeu a máscara cirúrgica, arremessou a jovem para dentro de poço uma vez que esta havia visto a sua identidade", contou o responsável. Foi este 'descuido' que permitiu aos investigadores chegarem à identidade do predador.

Com a vítima dentro de água, no poço, o suspeito, "agarrou em pedras de grande dimensão e arremessou-as, tentando acertar na cabeça da vítima". Acabou por fugir. No segundo caso, ofereceu boleia a outra mulher, dia 13 de agosto, tendo desviado caminho e consumado o ataque numa zona de pinhal, onde violou e roubou a vítima.

O suspeito foi presente ao juiz, que decretou prisão preventiva. Foi levado para receber assistência hospitalar mas, apurou o CM, não corre perigo de vida.

crime lei e justiça crime lei e justiça crime rapto PJ
Ver comentários