Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Dois sequestrados em assalto a café

Dois homens, armados com caçadeiras de canos serrados, entraram ontem num café em Mogege, Vila Nova de Famalicão, ameaçando a proprietária e o distribuidor de máquinas de brindes. Depois de terem entregue cerca de 400 euros em dinheiro, as vítimas acabaram sequestradas na cozinha, enquanto os assaltantes se puseram em fuga na carrinha do revendedor.
25 de Novembro de 2008 às 00:30
 Proprietária do café, Maria José Ribeiro, entregou todas as notas da caixa registadora
Proprietária do café, Maria José Ribeiro, entregou todas as notas da caixa registadora FOTO: Sérgio Freitas

"O assalto demorou um minuto, mas deu para tremer por muito tempo", desabafou a proprietária do Café Mourisca, Maria José Ribeiro, que suspeita que os assaltantes terão seguido o distribuidor, convencidos de que se trataria do revendedor de tabaco. "Têm ambos uma carrinha igual", adiantou.

Os assaltantes – um encapuzado e outro com capuz do casaco sobre a cabeça – entraram no café pouco antes das 12h00 e foram directos ao vendedor de brindes, a quem "perguntaram se sabia como era levar um tiro". Não foi preciso. O homem obedeceu de imediato quando lhe pediram as chaves da Renault Kango, o telemóvel e o dinheiro na sua posse (cerca de 300 euros). Maria José Ribeiro também nem hesitou quando um dos assaltantes lhe pediu o dinheiro da caixa, "mas só as notas". Seriam cerca de 100 euros.

Com a "arma comprida à frente", os dois comerciantes foram depois encaminhados para a cozinha. Passados alguns minutos, a proprietária chamou pelo filho, que se encontrava na habitação situada por cima do café, e alertou a GNR. A PJ do Porto assumiu a investigação.

Ver comentários
}