Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Dominado o incêndio em Gondomar

Bombeiros controlaram fogo que ameaçava várias habitações, por volta das 23h.
1 de Setembro de 2013 às 23:55
fogo, incêndio, chamas, bombeiros
fogo, incêndio, chamas, bombeiros FOTO: Nuno André Ferreira

Os bombeiros conseguiram dominar o fogo que assolou durante todo o dia em Gondomar.

Por volta das 20h00, 50% do fogo estava já controlado, mantendo-se na altura duas frentes ativas, uma das quais junto a habitações.

"O problema é a frente entre o Covelo e a Lixa, ode há uma serie de povoações, mas os bombeiros estão colocados de forma a não permitir que os incêndios atinjam as habitações", indicou então o comandante operacional de socorro do incêndio de Gondomar, Elísio Oliveira.

A outra frente de fogo situava-se em Jancido, "onde o incendio começou", havendo também alguma preocupação junto à autoestrada 41.

O fogo que começou esta manhã e atingiu sobretudo as freguesias de Foz do Sousa e Covelo, concelho de Gondomar, foi combatido por "267 operacionais, apoiados por 75 veículos e 7 meios aéreos, incluindo aviões bombardeiros pesados", indicou o comandante, dando conta do apoio de corporações vindas de Lisboa e Leiria.

Há o registo de que durante este domingo foram assistidos nove civis, três dos quais conduzidos a unidades hospitalares, "mas nenhuma situação inspira cuidados".

Foram também assistidos três bombeiros por causa do cansaço.

Segundo Elísio Oliveira, o grande problema deste incêndio, que chegou a ter "quatro grandes frentes", foi "o comportamento eruptivo do incêndio numa área densamente habitada".

"Foi um incêndio bastante violento visto rondar vários aglomerados populacionais. O incêndio espalhou-se por diferentes pontos e quatro grandes frentes desenvolveram-se", explicou o responsável.

O comandante alertou para a existência de um número superior a 300 ocorrências diárias, a maioria das quais concentradas no distrito do Porto.

fogo incêndio chamas bombeiros
Ver comentários