Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Ex-assessora de Maria José Morgado só soube do roubo de passwords quando confrontada no caso E-toupeira

"Isto ainda hoje me incomoda muito. Foi uma experiência traumática. Nunca cedi as minhas credenciais a ninguém", disse Ana Paula Vitorino.
Débora Carvalho 6 de Outubro de 2021 às 11:22
A carregar o vídeo ...
Ex-assessora de Maria José Morgado só soube do roubo de passwords quando confrontada no caso E-toupeira
A procuradora Ana Paula Vitorino, ex-assessora de Maria José Morgado, revelou esta quarta-feira em tribunal, ouvida no caso E-toupeira, que só soube que lhe tinham roubado as passwords de acesso à plataforma Citius - onde estão processos em segredo de justiça - quando foi confrontada pelos procuradores que investigavam o processo E-toupeira.

"Isto ainda hoje me incomoda muito. Foi uma experiência traumática. Nunca cedi as minhas credenciais a ninguém", disse a procuradora. 

Segundo a acusação, o arguido José Silva, funcionário judicial de Fafe, terá roubado as passwords da procuradora para aceder a processos que interessavam o Benfica. Em troca, segundo o MP, recebeu ofertas como bilhetes para os jogos na Luz. Ana paula Vitorino era à data assessora da então Procuradora Distrital de Lisboa, Maria José Morgado.

Paulo Gonçalves recusa responder
O antigo assessor jurídico da SAD do Benfica, e ex-homem forte de Luís Filipe Vieira, recusou esta quarta-feira fazer comentários ao processo E-Toupeira.

Enquanto saía do Tribunal Central de Lisboa, Paulo Gonçalves disse à CMTV que comentários "só em tribunal".

Relativamente à detenção de Luís Filipe Vieira - relativa ao processo Cartão Vermelho -, o antigo assesor jurídico da SAD encarnada também não teceu qualquer comentário.
Citius Ana Paula Vitorino Maria José Morgado crime lei e justiça justiça e direitos julgamentos
Ver comentários